Alergia a Proteína x Intolerância a Lactose

Você sabia que alergia a proteína e intolerância a lactose são duas coisas diferentes?

Tenho visto muitos casos de crianças que são intolerantes ou tem a alergia a proteína do leite de vaca. Muitas matérias nos sites, recomendações, buscas de ajuda em grupos nas redes sociais.
Mas você sabe a verdadeira diferença entre os dois casos? É possível ter os dois ao mesmo tempo?

alergia-a-proteina-x-intolerancia

Primeiro de tudo não existe o termo alergia à lactose! O que nós podemos desenvolver é uma alergia à proteína, como segue no quadrinho abaixo:

Alergia Alimentar

É uma reação imunológica exacerbada à uma proteína, proveniente de alimentos.

Lactose

É o principal açúcar do leite, portanto é um carboidrato.

Entender essa diferença é super importante para prestar atenção nos sintomas e nos caminhos de dieta a seguir.

Quando se tem uma alergia a proteína, seus sintomas geralmente são através de manifestações das vias respiratórias, cutâneas ou gastrointestinais. A manifestação pode ser imediata, como dor, manchas avermelhadas na pele e vômitos ou também se manifestar de forma mais tardia como por exemplo, sangramento nas fezes do bebê/criança.
Com diagnóstico certo, o jeito é seguir a dieta e retirar leite e derivados da alimentação. Se o sintoma se manifestar em bebês de menos de seis meses, o leite é retirado da dieta da mãe. Caso o bebê/criança for maior, o pediatra irá prescrever uma fórmula de acordo com seu caso.

Já no caso da intolerância, a mesma ocorre quando não existe em nosso organismo a capacidade de absorção do açúcar do leite. A Solução: consumir produtos com baixa quantidade de lactose ou adicionar a enzima lactase na alimentação. Nesse caso, pode-se ter laticínios e leite na alimentação a depender da tolerância individual e com a devida orientação do nutrólogo/pediatra E nutricionista.

Mas meu filho pode ter os dois problemas? Sim, infelizmente pode! Geralmente isso ocorre quando o portador de APLV faz uma dieta inadequada e acaba desenvolvendo uma inflamação no intestino, que causa a intolerância.
Geralmente, com tratamento de 15 a 30 dias, conseguimos normalizar o caso e o paciente ter uma dieta saudável.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Anúncios

Horário de verão o sono do bebê

O horário de verão começou neste último sábado e já vejo algumas mães de cabelo em pé!

No post de hoje, vou compartilhar algumas dicas especiais para organizar a rotina sem muitos danos ao organismo dos pequenos, já que é comprovado que crianças menores de quatro anos sentem ainda mais o efeito da mudança do que os adultos.
horariodeveraoeosonodobebe

– Não tente mudar o horário de dormir de uma vez só!

O relógio biológico não está acostumado para essa brusca mudança! Crianças que dormem às 19/20h tendem a sofrer com a mudança no horário. Isso porque ainda estará claro e ela não vai querer dormir! Tente ajustar o horário durante uma semana, colocando 15 minutos por dia na diferença da hora de dormir!
 

– Use táticas especiais!

Tente passar a diminuir a rotina da casa a partir de um horário X. Dê banho, conte histórias, dê o jantar. Caso ainda esteja claro, tente escurecer o ambiente em que a criança irá dormir, causando o efeito de “noite”.
 

– Invista em relaxamento!

Que tal uma bela massagem antes de dormir? Ou um banho de banheira bem relaxante! Ou até mesmo uma música bem calma e baixinha! Esses serão artifícios que ajudarão o bebê a dormir melhor!
 

– Não elimine as sonecas

Achar que eliminando as sonecas o seu bebê terá sono a noite é ilusão! Ao fazer isso você deixará a criança mais irritada e cansada, podendo causar efeito contrário e enorme dificuldade de dormir, causando maior estresse!
 

– Fique atenta aos sinais de sono da criança! 

Mesmo que você faça a adaptação em 15 minutos por dia, pode ser que seu filho sinta sono um pouco antes. Se isso acontecer, tente colocá-lo para dormir antes e repita o horário no dia seguinte. Muitas crianças são bem adaptáveis e não sentirão tanta diferença com a mudança de horário. Pior será se elas passarem do ponto de dormir e entrarem em um ciclo de lutar contra o sono.
 
Por fim, não tenha pressa e faça a adaptação no tempo correto do seu bebê!

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Nuggets, Você Sabe do Que São Feitos?

Pela internet vemos muita gente falando sobre nuggets, vídeos, posts, imagens. Mas afinal, do que realmente eles são feitos?

nuggets

Nuggets industrializados são produtos EMBUTIDOS, que, na minha opinião, NÃO devem fazer parte da alimentação de uma criança,
Alguns utilizam do argumento de fazê-lo assado ao invés de frito, para diminuir a quantidade de gordura final do “alimento”. Diminui a gordura mas não muda sua lista de INGREDIENTES, que, geralmente são (pode variar de acordo com o fabricante):

Partes” processadas de frango (carnes “menos nobres”, mecanicamente separada), gordura hidrogenada (ou seja, gordura trans), farinha, açúcar, leite em pó, entre outros…

Também têm “alguns” aditivos químicos como:

Realçador de sabor: glutamato monossódico (INS 621), Estabilizante: polifosfato de sódio (INS 452i), Antioxidante: eritorbato de sódio (INS 316), Aromatizantes, Espessantes, Acidulantes, etc…

Sei que a vida está (e continuará) corrida para todos nós! Mas, se a falta de tempo nos impede de colocar ALIMENTOS DE VERDADE na rotina alimentar de nossos filhos, temos uma grande chance de, no futuro, precisarmos “arrumar” tempo para tratar as doenças que surgirão.

Gradativamente, com bom senso e equilíbrio, podemos reorganizar nossas vidas e investir mais na alimentação de nossos filhos! Afinal, precisamos ter compromisso com a SAÚDE dessa geração!

Lembre-se sempre: você é o que você come!

Drª Andréia Friques (colaboradora de conteúdo)

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Dicas Infalíveis Para Acabar Com a Tosse

Algumas coisas podem ser feitas para aliviar ou até acabar com aquela tosse que parece ser infinita.

Quantas noites você passa em claro porque seu filho não parou de tossir? Para os médicos, pode ser algo comum, mas para nós, pais, a tosse é sinônimo dias de preocupação!
tosseinfantil

A industria farmacêutica nesse lado só cresce! São inúmeros xaropes que prometem a cura imediata, cremes para passar nas costas, remédios para inalar … e nada resolve o bendito cof cof!

Mas afinal, o que é a tosse?

“A tosse leva a um mecanismo de irritação das vias aéreas superiores, que provoca o ressecamento das mucosas. Este, por sua vez, piora a tosse. Sem falar que, na presença de febre, há um aumento ainda maior da perda de água no organismo. Por isso, mamães, quanto mais água melhor! É fundamental o aumento da oferta de água e líquidos no geral para a criança. É bebezinho muito pequeno? Se mama no peito, a mamãe deve aumentar (e muito) o seu próprio consumo de água e oferecer mais vezes o peito. Se toma leite de fórmula ou já aceita comida, oferecer mais água e líquidos no geral! Uma boa hidratação alivia os sintomas e mantém as mucosas úmidas.” (Dr Kelly, Pediatra)

Dicas:

Inalação somente com soro
A inalação, apesar de chata e difícil de se fazer, é eficaz pois umedece as mucosas e brônquios.

Cuidar das narinas é essencial
Somente com o combo, inalação + limpeza nasal seu problema será resolvido! Limpe com soro ao menos 10 vezes ao dia!

Receitinhas naturais
Receitinhas de vovó, xaropes feito a base de mel e limão são super bem vindos! Lembrando que para crianças maiores de 02 anos, já que antes disso, não indicamos uso do mel!

Cebola no quarto funciona?

A cebola crua, cortada é um descongestionante natural
Ela alivia a tosse e a expetoração
Ela “suga”, “limpa” o ambiente e absorve as bactérias, tudo que tem no ambiente, como se renovasse o ar.
MAS ela só resolve se a tosse for alérgica ou causa de poluição, poeira, tempo seco e etc. Aquela tosse decorrente a alguma infecção, tipo broncopneumonia, ela NÃO resolve e pode ser por isso que na sua casa não teve efeito.
Quanto mais cortar, mais ela vai absorver as impurezas do ambiente. Pode ser com casca mesmo.
Usou a cebola no ambiente para “tirar” a tosse, ela tem que ser desprezada, pois está contaminada com as impurezas do ambiente, bactérias e etc.

O que achou das dicas? Deixe seu comentário. 😉

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Conheça o passo a passo para planejar a gravidez

Cada vez mais os casais têm planejado com calma a chegada do bebê e nesse post damos um passo a passo desse planejamento

planejando-a-gravidez

A fase de planejamento da gravidez pode ser tão prazerosa quanto a gestação em si. Esse deve ser um momento de descobertas tanto da futura gestante quanto do parceiro, compreendendo, antecipadamente, todas as etapas da gravidez. Antes mesmo de procurar um médico obstetra, o casal pode buscar as primeiras informações por materiais instrutivos como e-book, blogs de clínicas especializadas, livros e outros.

Avaliação pré-concepcional

Após obter as primeiras informações sobre o planejamento da gravidez é comum surgirem diversas dúvidas e neste momento é indicado procurar uma clínica de obstetrícia e um médico especializado que irá acompanhar toda a gestação.

Além das dúvidas, comuns nesta fase, a futura gestante poderá aproveitar a visita ao médico para uma primeira rodada de exames, chamada de avaliação pré-concepcional, consiste em identificar pressão, diabetes, doenças sexualmente transmissíveis e outras condições da saúde do casal que podem influenciar a gestação.

É comum que, dado o interesse em engravidar, o obstetra indique o início da ingestão de ácido fólico e vitaminas, que ajudarão a preparar o organismo da mulher para a gestação.

Hábitos saudáveis e vacinas

Doctor vaccinating small redhead girl.

Ao iniciar as tentativas de engravidar é importante que a mulher verifique se todas as vacinas estão em dia, garantindo que não haverá nenhum problema durante a gestação, principalmente de doenças que possam afetar o desenvolvimento do feto.

Manter hábitos saudáveis também é importante neste momento, o que inclui desde a realização de atividades físicas leves até outros, como:

  • Manter uma dieta balanceada;
  • Parar de fumar ou evitar exposição à fumaça do cigarro;
  • Não ingerir ou diminuir o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Manter boas noites de sono etc.

Com esses cuidados as chances de engravidar aumentam, assim como as chances de uma gestação saudável e sem complicações.

Avaliação de histórico familiar e idade limite para engravidar

O histórico familiar e a idade da mulher são aspectos importantes e que devem ser conversados com o obstetra antes de engravidar. Por exemplo, mulheres com histórico de familiares que apresentaram problemas na gestação, como diabetes gestacional, devem informar o médico sobre essas ocorrências.

Não existe uma idade limite para engravidar, entretanto, a partir dos 35 anos os óvulos liberados podem ter uma qualidade menor, gerando uma dificuldade em engravidar após essa idade em algumas mulheres, sendo importante conversar com o médico sobre esse assunto.

Mudanças no corpo

mudanc%cc%a7a-no-corpo-na-gravidez

As mudanças hormonais e físicas causadas pela gravidez é uma realidade e devem ser avaliadas pela mulher desde o planejamento da gestação. O obstetra poderá dar alguns indícios sobre o que esperar, e-books profissionais também abordam essas mudanças, mas o importante é que haja um preparo psicológico do casal.

Limitações durante a gestação

Com tempo para planejar a gravidez a mulher também pode se informar antecipadamente sobre as limitações desse período, como alimentação, até quando é possível dirigir ou viajar, até quanto poderá continuar trabalhando, entre outras informações que a ajudarão a se planejar melhor para a chegada do bebê.

Quer planejar a gravidez passo a passo? Baixe o e-book “Planejando a Futura Gravidez”, tire suas dúvidas e procure um médico de confiança.

Agora é só aguardar a chegada do positivo.😉

Esse post foi desenvolvido especialmente para o nosso blog pela Clínica Bedmed.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é maenaodorme@gmail.com