Manhã deliciosa para comemorar o dia dos pais no Rio de Janeiro

Pais e filhos poderão celebrar a data em uma manhã de ecoturismo. Inscrições abrem no dia 07 de agosto

Trilha Babilônia RIOSUL

O dia dos pais já está chegando e você já sabe o que fazer para comemorar em família?

Por aqui nós gostamos de sair um pouco do comum. Fugimos de filas enormes em restaurante. Gostamos de programações em que possamos nos curtir mais, sem estresse.

Trilha Babilônia RIOSUL 2

O RIOSUL Shopping Center, por exemplo, irá promover no sábado, dia 12, uma nova edição do projeto Trilha Babilônia RIOSUL – Especial de Dia dos Pais.

Os participantes terão a oportunidade de contemplar o Rio de Janeiro de um novo ângulo e conhecer, de graça, o trabalho de reflorestamento que é desenvolvido nos morros do Leme, Babilônia-São João, além de outras atividades de ecoturismo da região e projetos sociais das comunidades próximas.

Trilha Babilônia RIOSUL 4

Inscrição

As inscrições abrem hoje, 7/8. Serão 60 vagas para adultos e crianças a partir de 6 anos. Para participar basta entrar no site do RIOSUL e preencher a ficha http://www.riosul.com.br/shopping_trilhas.php.

O Shopping também oferece um serviço que inclui lanche e translado de ida até o início da trilha e volta ao ponto de encontro. Os participantes devem se reunir no piso G5 do Shopping. A saída acontece sempre às 9h. O ecoturismo está sujeito às condições climáticas do dia e à lotação.

 

Horário de encontro: 8h30

Trilha Babilônia RIOSUL 3

Então fica a dica para começar esse final de semana de comemorações. 😉

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

 

Anúncios

Jogos violentos, como o da Baleia Azul, influenciam no comportamento do seu filho?

A influência de jogos violentos no comportamento agressivo de crianças não é uma discussão nova e vale ser muito aprofundada além das barreiras dos desafios da Baleia Azul, que vêm chamando a atenção dos pais na última semana.

Um estudo divulgado pela Associação Americana de Psicologia afirmou que os jogos de ação podem, sim, causar distúrbios violentos em seus jogadores. Para chegar a essa conclusão, a associação analisou cerca de 300 estudos relacionados com o tema. Após a realização das pesquisas, concluiu-se que os jogos de ‘mortes’ e ‘tiros’ são enormes influenciadores de crianças e adolescentes.
crianca jogando videogame
Dentre as principais críticas dos estudiosos estão os jogos virtuais, como “GTA” e “Call of Duty”. Segundo eles, os dois games extremamente violentos são responsáveis por despertar em seus jogadores a sensação de realizar algum ato criminoso.
Voltando ao assunto mais atual, o denominado Baleia Azul (Blue Whale), um grupo oriundo da Rússia, conhecido como “#F57”, está sendo investigado devido à suspeita de que, com o seu jogo, já teria induzido mais de 130 jovens, predominantemente na Europa, a cometerem suicídio desde 2015. Recentemente, no Brasil, a imprensa divulgou que uma jovem de 16 anos, de Vila Rica/MT, cometeu suicídio, além de um menino de 19 anos, de Pará de Minas/MG. Ambas as mortes foram atribuídas ao jogo. Além disso, na Paraíba e no Rio de Janeiro já estão em andamento investigações referentes à recente popularização deste game criminoso.
Esse episódio faz um alerta claro e chocante: influenciados por este tipo de interação, jovens estão se matando com o único objetivo de cumprir etapas do game. Os pais, parentes e professores devem ficar atentos ao comportamento do jovem que pode se modificar por conta das regras destes jogos mortais. Marcas no corpo e mudanças de hábito devem chamar a atenção.
A internet existe, as crianças e adolescentes estão conectados o tempo todo, não há como frear esse momento. Então, é preciso se “adequar” a ele.
No ambiente escolar, por exemplo, por que não usar jogos educativos nas disciplinas curriculares, levando as escolas e professores a utilizarem os games corretos como ferramenta de ensino? Além de fomentar uma discussão mais aprofundada em diferentes campos do saber, tudo isso poderia ser feito de forma lúdica, segura e divertida.
Já em casa, é fundamental que os pais observem o que os filhos estão fazendo na rede, se há propagandas entre os jogos, qual é o objetivo final do game, se é adequado para sua faixa etária. Crianças e adolescentes estão apenas descobrindo a vida e seus perigos. Pais têm experiência e, com carinho, precisam observar e direcionar o conteúdo que faz parte da rotina de seus filhos. Algumas vezes, um joguinho no tablet que parece inocente pode conter uma pequena propaganda despercebida dentro do jogo e causar problemas na vida real. Portanto, ficar de olhos bem abertos é a regra de ouro para evitar problemas no futuro.
Converse, interaja, participe da vida de suas crianças! Não ache que todo jogo é apenas uma diversão.
Esse post foi preparado especialmente para o nosso pelo Eliandro Maurat:
Palestrante, empreendedor de impacto social e criador do Clubinho Salva Vidas, plataforma de jogos desenvolvida com o objetivo de ensinar crianças de todo o mundo a se tornarem verdadeiros cidadãos, brincando.
clubinho-salva-vidas
No portal, os pequenos podem fazer amizades, enviar mensagens e conversar com os novos colegas virtuais com toda segurança. O bate-papo possibilita que as crianças se comuniquem por meio de frases prontas e emoticons divertidos. A conversa entre os pequenos é diferenciada e educativa, tendo como temas meio ambiente, cidadania, educação no trânsito, entre outros.
Sendo assim, não há risco das crianças receberem frases ou palavras impróprias. Para ter acesso ao jogo, basta a criança ou responsável fazer um cadastro gratuito no site. A partir desse momento, o jogador (a) será levado para uma cidade virtual, onde será preciso seguir as regras básicas de educação no trânsito, cidadania e cuidados com o meio ambiente. Cada ação feita de forma incorreta, como atravessar fora da faixa de pedestre ou não respeitar o sinal vermelho, irá ocasionar perdas de moedas que são importantes para o andamento do jogo. Quando completar todas as fases, terá direito a roupas exclusivas e se tornará um AGENTE DO BEM, tendo direito a um troféu de “HONRA AO MÉRITO” do CLUBINHO SALVA VIDAS.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

15 coisas para fazer antes que seu filho cresça

Eles crescem, é inevitável. Mesmo que para nós, mães, eles sejam para sempre nossos pequenos, como num piscar de olhos eles saem correndo para ganhar o mundo e conquistar seus objetivos.

E para eternizar momentos em nosso coração, listei algumas coisas que você precisa fazer com seu filho antes que ele cresça!

13443217_2036241249934785_4575816009067353034_o

– Dar colo por horas seguidas, enquanto ele descansa em seus braços (não se esqueça que logo ele não caberá mais ali)

– Ficar de mãos dadas, contando histórias e dizendo coisas simples da vida, enquanto ele se acomoda em seu colo.

– Cheirar seu cabelo, na tentativa de guardar para sempre na memória aquele aroma de bebê.

– Fazer que ele gargalhe de suas bobagens. E perceber que a alegria não depende de mais nada.

– Deixá-lo dormir em sua cama naquela noite terrivelmente fria de inverno, ou quando ele sentir medo, ou se sentir só … ou apenas quando você quiser dormir com ele.

– Fazer um picnic no parque, brincar com o pé no chão, tomar banho de chuva.

– Marcar sua altura na régua e ver como a cada ano, seu filho cresce saudável.

– Deixar que ele coma com você aquela porcaria que jamais daria para ele, mas naquele dia, resolveu deixar o lado mãe chata e ser feliz!

– Inventar histórias e brincadeiras que só vocês dois entenderão.

– Escutar “mãe” por milhões de vezes seguidas, apenas pelo gostinho dele dizer: “Mãe”. (a gente reclama, mas é bom demais)

– Brincar de esconde-esconde e vê-lo com metade do corpo para fora do esconderijo, certo de que está muito bem escondido.

– Brincar de carrinho subindo montanhas imaginárias, ou comer comidinhas que não existem. Entrar no mundinho particular deles!

– Fazer ao menos uma festa de aniversário dele no estilo “Mamãe que fez” e sentir orgulho de escutar que foi a melhor festa que ele já teve.

– Abraçá-lo com todas as suas forças na saída da escola. Em alguns anos, isso será considerado “pagar o maior mico com a galera”.

– Dizer “eu te amo” todos os dias! Para que nunca, sequer por um segundo, ele deixe de acreditar você estará lá sempre que ele precisar.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Mas você sabe qual o cãozinho ideal para faixa etária do seu filho?

Animais de estimação são as coisas mais fofinhas do mundo! Mas antes da adotar um bichinho, seja ele qual for, você precisa saber quais as limitações de cada raça e suas necessidades!

De acordo com os especialistas, também é bem legal escolher um animal que se adeque ao seu ambiente e estilo de vida, assim a relação animal x família será ainda mais prazerosa!

Print

Bebê

Pug.

O Pug é o cachorro perfeito para quem fica em casa. Dócil, tranquilo e brincalhão, a raça pode ficar horas descansando ao lado do dono e do neném.

Spitz Alemão.

Com seu pequeno porte, o Spitz Alemão (ou Lulu da Pomerânea), o famoso ursinho em miniatura é muito alegre, expressivo e inteligente, agradando pais e bebês.

Beagle.

Mesmo bastante bagunceiros, os Beagles aprendem comandos com facilidade e o melhor de tudo: sem perder a alegria! Além disso, a raça é leal e independente.

Buldogue Francês.

Sociável, afetuoso e paciente. Essas são algumas características marcantes do Buldogue Francês que, por sinal, é um excelente companheiro para os bebês, já que suas atividades favoritas são brincar e dormir.

Buldogue Inglês.

Assim como o Pug e o Buldogue Francês, o Buldogue Inglês não precisa de muitos exercícios para manter a forma. Conhecido como uma das raças mais amáveis do mundo canino, o grandão é uma ótima companhia para a família e pode se adaptar muito bem às crianças.

Criança

Maltês.

Conhecido pela sua agitação, o Maltês é um dos cãezinhos ideais para aquela criança que tem bastante energia. Além de ter bastante pique e disposição para brincar, a raça é gentil e fácil de lidar.

Shih Tzu.

É um cãozinho extrovertido, alerta, ativo e uma ótima companhia para os pequenos.

Dachshund.

Se a criança é curiosa, aventureira e brincalhona, o salsicha é o cachorro perfeito! A raça Dachshund é super popular entre a garotada e pode garantir diversão e atividade física.

Cocker.

Seus charmosos cachos não deixam dúvidas: o Cocker Spaniel é uma raça adorável! Fiel, amigável e tranquilo, esse cão pode ser adestrado com facilidade.

Golden Retriever.

Quem nunca esbarrou em um Golden não sabe o que é felicidade. O cão parece sorrir toda hora! Além de ser confiável e inteligente, o Golden também não perde uma oportunidade de brincar com a criançada.

Pré-adolescente

Labrador.

É inteligente, confiável e um ótimo companheiro para as atividades que gastam bastante energia.

Bull Terrier.

Se o adolescente tem costume de praticar esportes, o Bull Terrier vai se encaixar perfeitamente na rotina dele. Forte, resistente e bem esperto, a raça preenche todos os requisitos de um bom atleta.

Border Collie.

O Border Collie, conhecido como a raça mais inteligente do mundo, é querido por pessoas de todas as idades. É espoleta, mas obediente quando adestrado. Precisa de espaço e alguém para brincar.

Schnauzer.

Além de ser sociável e amigável, o Schnauzer é bem apegado ao dono. Acompanha a família em todas as suas atividades e o melhor: é bem comportado dentro de casa! A famosa raça da barbinha comprida pode tanto viver num casarão com quintal como em um pequeno apartamento na cidade.

Vira-lata.

O cão sem raça definida com certeza se encaixa em todas as famílias. Tem preto, branco, tricolor, de porte pequeno, de porte médio, enfim… das mais variadas combinações que enchem de amor o dia a dia do dono. Sua natureza desconhecida faz com que cada um seja único e com características singulares.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Viajar com Crianças sem Enlouquecer

Final de ano e férias, melhor época para viajar, se divertir e colecionar momentos inesquecíveis!

Hoje eu vou dar dicas especiais para que o momento seja inesquecível, mesmo que seja com crianças!

viagemcomcriancas

Muitos pais tem muito receio de fazer atividades fora da rotina com os filhos. Seja pelo medo de sair da rotina ou não dar conta de “comandar” as crianças em uma viagem. Separei dicas especiais para você perceber que é possível viajar e ser feliz!

1- Faça um roteiro para a família: Já foi época em que você viajaria somente com uma mochila nas costas e escolheria o destino quando entrasse no carro. Viajar com crianças requer planejamento e um roteiro que inclua atividades para todas as idades! A partir disso, planeje uma viagem que atende a família completa! Resorts são ótimas opções, pois conseguem atingir todas as faixas etárias.

2- Faça malas práticas: A preguiça de se viajar com crianças começa na hora de arrumar as bagagens! Já começamos a pensar naquele monte de “tranqueira” que precisaremos levar e aí já desistimos, não é?
Uma dica é levar roupas fáceis de lavar e secar (sim, nessa idade não fugiremos de eventualmente precisar lavar uma roupa de emergência). Carrinhos estilo guarda-chuva e brinquedos dos quais sejam fáceis transportar! Como sabemos que crianças sujam muita roupa, pesquise se o Hotel oferece serviço de lavanderia e caso a resposta seja positiva, repense em diminuir o tamanho da bagagem e optar por lavar a roupa no local da hospedagem.

3- Nada de estresse: Lembre-se que a viagem deve ser um momento em lazer! Esqueça as neuras em casa, liberte-se dos enigmas da maternidade e curta! Deixe os pequenos livres para novas descobertas e para que a viagem seja motivo de muita felicidade.

4- Ah os imprevistos: Sim, eles são inevitáveis. Pode ser uma mala extraviada no aeroporto ou aquela virose no dia que vocês chegarem. Minha dica: relaxe! O jeito é lidar com tudo no bom humor e tentar soluções plausíveis sem tornar a viagem um estresse sem fim!

5- Alimentação: Nas férias, geralmente as crianças se alimentam mal. Não tem jeito, além das tentações, como sorvetes, restaurantes com sobremesas e outras coisas mais, a euforia das brincadeiras faz com que a fome seja esquecida. O jeito é procurar tem sempre lanchinhos saudáveis a mão e lembrar que quando chegarem em casa, tudo voltará ao normal! Eu garanto!

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Os Grandes Erros do Desfralde

Uma dos maiores anseios dos pais após os filhos completarem um ano de idade, sem sombra de dúvidas é saber a hora certa de fazer o desfralde.

Recebo muitas perguntas sobre o assunto e leio muitos questionamentos na rede sobre isso. O fato é, que sem sombra de dúvidas, cometer alguns erros nesse processo pode atrapalhar o desenvolvimento da criança para o resto da vida!
ograndeserrosdodesfralde
Muito tem se falado sobre o cuidado ao desfraldar muito cedo, sobre os problemas do desfralde tardio, então hoje falo sobre os erros mais comuns cometidos por nós, pais, na hora de realizar o processo em casa!

– Antecipar o processo de desfralde:

Seu filho mal fez um ano e você já vai tirar as fraldas? Pense bem antes de fazer isso!
Somente após um ano e meio, o bebê tem a capacidade de controlar o esfincter anal. Do nascimento até mais ou menos essa idade a criança tem apenas capacidade de retenção, ou seja, de segurar as fezes e a urina e somente depois aprende a controlar a liberação deles.
Uma dica bem bacana que vi no Instagram da PsiMama é que se eu filho já souber pular com os dois pés, já consegue também controlar o esfincter urinário, ou seja, já está começando a se preparar para o desfralde!

 – Brigar Com a Criança:

Sim, nós sabemos que pocinhas de xixi pela casa não é legal, que seu sofá possivelmente será perfumado com esse cheirinho, mas brigar JAMAIS é a solução correta no desfralde. Um dos mantras desse processo é paciência, paciência e mais paciência! Não demonstre frustração ou insatisfação quando um desses acidentes acontecerem. O melhor a fazer é respirar fundo, explicar com todo amor do mundo onde a criança deve urinar ou evacuar e limpar a bagunça. Nessa hora vale pedir a ajuda do filho!

 – Não É Necessário Uma Festa:

A criança finalmente aprendeu como deve ser? Sim, nós mães faltamos soltar fogos! É comum explodirmos de felicidade, parece que retiram uma carga de 500 toneladas de nossas costas! Mas não é recomendado festa, aplausos e recompensas! A criança precisa aprender e principalmente entender, que desfraldar é um processo natural da vida e não que, se ela fizer daquela forma ganhará um presente! Por isso, vale sim dancinhas, aplausos e beijos, mas com moderação!

 – Ai, que preguiça:

Você tentou uma semana e não teve sucesso? A maneira mais eficaz de resolver isso é continuar tentando. Uma vez iniciado, é melhor não interromper o processo. Por isso, tantos debates e matérias sobre o assunto. Causar essa confusão na mente da criança, pode ser um dano sério, muita das vezes com problemas para o resto da vida. Se seu filho já dá sinais claros de que é hora de dar adeus às fraldas, arregace as mangas e vá a luta!

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

É carnaval

Já começo esse post falando que tô “virada no Jiraya”. Preparei um post lindo e o wordpress não salvou no rascunho, não sei o motivo. Perdi tudinho. Agora preciso lembrar tudo que escrevi e escrever tuuuuuudo de novo. Affzão pro WordPress, viu?!

Bom, semana passada eu fiz um desabafo no instagram (já segue o @blogmaenaodorme ?) sobre a frustração que eu estava por não conseguir encontrar fantasia diferente para o João (para meninos em geral). Só encontrava fantasia de Palhaço (que já havia comprado uma), bodys/camisas de personagens ou fantasias de super heróis.

Acho que quem me acompanha sabe que sou frustrada e, pra falar a verdade, bem revoltada com o mercado por só fazer coisa básica para menino. E eu me NEGO a vestir o João básico, eu procuro mesmoooooo.

Depois que recebi algumas dicas, resolvi me aprofundar mais nessa procura e quero dividir agora com vocês porque minha dica não é só para meninos, as dicas que vou deixar são para meninas também. Mas tudo bem fofo e diferente do que estamos acostumados a encontrar por aí.

Touché Kids

Logo de cara me indicaram a Touché Kids e eu “garrei” paixão na loja e na Rafa, a dona. Eu nunca fui tão bem atendida na minha vida e não estou exagerando.

O atendimento da Rafa é totalmente personalizado. Ela te chama no Whatsapp, pergunta a idade do seu filho(a), seus gostos e simplesmente tira foto de tudo que ela tem na loja e que acha que vai te agradar, sem nenhuma preguiça, sem pretensão de te empurrar nada, apenas te ajudar. E se depois disso tudo, não for ainda aquilo que você estava imaginando, ela sai falando com todos os fornecedores dela, tentando achar o que você tem em mente, te manda foto de coisas que ela pode conseguir. E por aí vai…

A Rafa tem loja física que fica em São José do Rio preto e também tem loja online, mas o carro chefe dela é a venda por whatsapp que ela consegue dar uma atenção toda especial para a pessoa. Ela mede a roupa, tira foto com a régua para tem noção do tamanho, tira foto dos detalhes, responde qualquer dúvida que você tem sobre a roupa.

Eu acho ideal assim, porque não sou fã de sair para fazer compras. Acho desgastante e quase nunca consigo encontrar o que eu quero.

As roupas são um espetáculo a parte, todas fofas, estilosas.

embalagem-touche-kids-mae-nao-dorme

Olha que fofura master e que capricho na ambalagem ❤

Vou colocar só um pouquinho das fotos que ela me mandou por whatsapp. Vou colocar algumas fantasias que ela tem e outras roupinhas e acessórios. Para meninas também tem. Na verdade, é muito mais que isso, essa é apenas uma amostra do tipo de fantasia e roupa que ela trabalha. Para ver mais, chama ela no whatsapp que ela mostra com todo carinho.

IMG-20150126-WA0022

IMG-20150122-WA0067

Olha essa Jaqueta Jeans do Pequeno Príncipe. Socorro ❤

IMG-20150122-WA0016

IMG-20150122-WA0012

IMG-20150122-WA0029

IMG-20150122-WA0049

IMG-20150122-WA0038

IMG-20150122-WA0036

O endereço da Loja é: Rua Capitão João Gomide, 155 – Vila Aurora – São José do Rio Preto / SP

O site é: www.touchekids.com.br 

O instagram é: @touchekids

O whatsapp é: (17) 99633-2585

Babycool

Eu procurava, além de modelos diferentes, algo que fosse fresco e confortável porque carnaval aqui no Rio de Janeiro é tenso de tanto calor.

Foi aí que nas minhas buscas, encontrei esses modelos da Babycool que é uma loja online e me apaixonei pelos modelos fresquinhos que tem nela.

pirata-babycool-mae-nao-dorme

Tão simples, tão fofo e tão fresco ❤

pirata-babycool-fantasia-mae-nao-dorme

pirata-fantasia-babycool-mae-nao-dorme

mulher-maravilha-babycool-mae-nao-dorme

vaquinha-babycool-mae-nao-dorme

O site é: www.babycool.com.br 

Meu Primeiro Carnaval

Essa é sensacional. Pode até ser que exista, mas não conheço outro lugar que faça esse trabalho que eu achei genial.

Mais uma idéia simples, fofa e fresca.

Kits para a família se fantasiar no mesmo “tema”. Nossa, amei tanto! Não tinha pensado em me fantasiar também, confesso que fiquei focada só no João. E me animei bastante. Nossa, amei muito sério. Não consigo parar de repetir isso.

Tem o do Chacrinha, de ladrões, da Chapéuzinho Vermelho, de Mágico. Para quem for do Rio, pode fazer a retirada na Zona Sul (metrô Cantagalo ou Siqueira Campos), mas eles também enviam pelos Correios.

Nesse o papai é o mágico, mamãe ajudante do mágico e bebê coelho que sai da cartola

Nesse o papai é o mágico, mamãe ajudante do mágico e bebê coelho que sai da cartola

Nesse o papai é o Chacrinha, mamãe Chacrete e bebê troféu abacaxi

Nesse o papai é o Chacrinha, mamãe Chacrete e bebê troféu abacaxi

Nesse os papais são os ladrões e o bebê é o saquinho de dinheiro

Nesse os papais são os ladrões e o bebê é o saquinho de dinheiro

Nesse a mamãe é a chapéuzinho vermelho e o bebê é o lobo mau

Nesse a mamãe é a chapéuzinho vermelho e o bebê é o lobo mau

E-mail para pedidos: meuprimeirocarnaval@gmail.com

Facebook: http://facebook.com/meu-primeiro-carnaval

No mais, é usar a criatividade. Adaptar algumas roupas que já temos em casa, comprar só algum acessório. Mas deixar passar em branco, não. Eu amo olhar minhas fotos de criança e ver como a minha mãe fantasiava a mim e ao meu irmão, fico imaginando o quanto a gente curtiu aquele carnaval, tentando lembrar de algumas coisas. E penso que com o João será o mesmo, quero muito sentar com ele e poder recordar momentos, contar histórias pra ele.

As fantasias do João já estão decididas e estarei mostrando tudo no Instagram. 😉

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda