Dicas Infalíveis Para Acabar Com a Tosse

Algumas coisas podem ser feitas para aliviar ou até acabar com aquela tosse que parece ser infinita.

Quantas noites você passa em claro porque seu filho não parou de tossir? Para os médicos, pode ser algo comum, mas para nós, pais, a tosse é sinônimo dias de preocupação!
tosseinfantil

A industria farmacêutica nesse lado só cresce! São inúmeros xaropes que prometem a cura imediata, cremes para passar nas costas, remédios para inalar … e nada resolve o bendito cof cof!

Mas afinal, o que é a tosse?

“A tosse leva a um mecanismo de irritação das vias aéreas superiores, que provoca o ressecamento das mucosas. Este, por sua vez, piora a tosse. Sem falar que, na presença de febre, há um aumento ainda maior da perda de água no organismo. Por isso, mamães, quanto mais água melhor! É fundamental o aumento da oferta de água e líquidos no geral para a criança. É bebezinho muito pequeno? Se mama no peito, a mamãe deve aumentar (e muito) o seu próprio consumo de água e oferecer mais vezes o peito. Se toma leite de fórmula ou já aceita comida, oferecer mais água e líquidos no geral! Uma boa hidratação alivia os sintomas e mantém as mucosas úmidas.” (Dr Kelly, Pediatra)

Dicas:

Inalação somente com soro
A inalação, apesar de chata e difícil de se fazer, é eficaz pois umedece as mucosas e brônquios.

Cuidar das narinas é essencial
Somente com o combo, inalação + limpeza nasal seu problema será resolvido! Limpe com soro ao menos 10 vezes ao dia!

Receitinhas naturais
Receitinhas de vovó, xaropes feito a base de mel e limão são super bem vindos! Lembrando que para crianças maiores de 02 anos, já que antes disso, não indicamos uso do mel!

Cebola no quarto funciona?

A cebola crua, cortada é um descongestionante natural
Ela alivia a tosse e a expetoração
Ela “suga”, “limpa” o ambiente e absorve as bactérias, tudo que tem no ambiente, como se renovasse o ar.
MAS ela só resolve se a tosse for alérgica ou causa de poluição, poeira, tempo seco e etc. Aquela tosse decorrente a alguma infecção, tipo broncopneumonia, ela NÃO resolve e pode ser por isso que na sua casa não teve efeito.
Quanto mais cortar, mais ela vai absorver as impurezas do ambiente. Pode ser com casca mesmo.
Usou a cebola no ambiente para “tirar” a tosse, ela tem que ser desprezada, pois está contaminada com as impurezas do ambiente, bactérias e etc.

O que achou das dicas? Deixe seu comentário. 😉

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Anúncios

Dicas de presentes para os dias das crianças

O dia das crianças está quase aí e escolher o presente nem sempre é uma tarefa fácil.

Já o terceiro dia das crianças do João e é sempre a mesma coisa. Eu nunca consigo me decidir quanto ao presente e sempre decido em cima da hora.

Andei pesquisando alguns brinquedos (acho que dia das crianças o presente tem que ser brinquedo, né? É o que faz deles, crianças), me deparei na Bee me Toys e tem vários que achei legal e decidi compartilhar com vocês para ajudar nessa infinita procura.

bee-me-toys-rock-star

Microfone que você pode conectar o celular para a criança cantar. Amei! Realizaria meu sonho de ser cantora rs

 

 

bee-me-toys-click-fun

Controle remoto PARA CRIANÇAS! Olha que sonho! Toda criança ama um controle remoto e assim pode dar um descanso para o nosso e podemos ver tv em paz.

bee-me-toys-carrinho-fast-city

O João tem esses carrinhos e ama. Cabe certinho na mãozinha dele, acho que é por isso que ele curte tanto.

bee-me-toys-carrinho-de-boneca-carolina

Gente, os carrinhos da minha época não eram tão fofos assim, não. Olha que lindo! Eu queria pra MIM!

bee-me-toys-caixa-registradora

Coisa mais fofa caixa registradora com os produtinhos do supermercado. Eu tinha uma caixa registradora que eu amava. Ficava o dia todo “trabalhando”.

bee-me-toys-bb-navio-do-capita%cc%83o-fantasma

Para as crianças maiores, um barco de pirata para montar e desmontar como quiser. Toooooda criança ama esses brinquedos. Eu amo até hoje.

bee-me-toys-bb-carro-de-sorvete

Blocos de montar um carrinho de sorvete! Morri! ❤

bee-me-toys-animais-agarradinhos

Móbile que pode ser colocado no carrinho e no bebê conforto. Todo meu amor por você! Distraem os bebês que é uma beleza, dão um mega descanso para as mamães.

 

Mas não se esqueça: O melhor presente para uma criança é se fazer presente. De nada adianta brinquedos legais se você não está por perto para poder brincar junto. A brincadeira fica muito mais legal quando é em família.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Fundação Planetário comemora aniversário com programação geek infantil

Segunda edição do Mundinho Geek traz para a garotada cultura pop, ciência, tecnologia e muito do universo geek.

sinalizac%cc%a7a%cc%83o-mundinho-geek-2

No dia 19 de novembro, a Fundação Planetário completa 46 anos de difusão da Astronomia e Ciências Afins na cidade do Rio de Janeiro. E, para comemorar, no dia 20 de novembro, o Planetário, em parceria com o Mundinho Geek, oferecerá uma programação muuuito legal para as crianças. O evento acontece das 10h às 17h e terá oficinas, desfile e concurso cosplay, quiz geek, sessão de cúpula e muito mais!

oficina-de-robotica-mundinho-geek-1

Durante todo o dia, as crianças poderão se divertir com as atividades pagas e gratuitas espalhadas por todo o Planetário. Os pequenos que curtem videogames contarão com uma área dedicada aos jogos. Para aqueles que curtem jogos de cartas e tabuleiros, o espaço de Card e Board Games é o lugar ideal, onde acontecerão as partidas e até torneios.

oficina-de-quadrinhos-mundinho-geek-3

Já as oficinas vão ensinar a garotada a colocar a mão na massa e produzir, como a de Robótica, onde os pequenos grandes inventores descobrirão os mistérios desse ramo da tecnologia que fascina a tantos. Os geeks que curtem artes e desenho poderão aprender, durante a oficina de Quadrinhos, super técnicas que ajudarão a criançada a criar suas próprias histórias. Para os cheffinhos, a oficina de Gastronomia ensinará pais e filhos a cozinharem juntos pratos baseados em filmes da cultura geek.

oficina-de-gastronomia-mundinho-geek-2

A programação conta ainda com as Arenas, que reservam uma experiência especial para os que gostam de batalhas. Os “padawans” receberão ensinamentos de como se tornar um cavaleiro Jedi e participarão de duelo com sabres de luz. Já na Medieval, os pequenos gladiadores aprenderão movimentos corporais e participarão de combates com apetrechos de espuma.

img_1152

Na contação de histórias, terão histórias  sobre as estrelas e os planetas. No Quiz Geek as crianças vão mostrar tudo o que sabem sobre esse universo. E, para aqueles que gostam de ser o próprio personagem, o Mundinho Geek prepara um desfile e concurso cosplay. Aqui, as crianças poderão ser quem quiser!

img_0314

Os bebês também estão incluídos nessa programação. A Atividade Sensorial visa estimular a descoberta de novos sons, cores e texturas. A atividade será oferecida com objetos da cultura geek para bebês e papais e acompanhada por uma equipe de educadores. Durante o evento, haverá ainda uma área de alimentação adaptada ao paladar infantil e produtinhos nerds à venda para papais e crianças.

geekmen-store-mundinho-geek-7

Algumas atividades têm custo. Os valores serão divulgados, em breve, e a compra será realizada via internet.

experimentos-cientificos-mundinho-geek-2

crespinho-mundinho-geek-4

SERVIÇO – MUNDINHO GEEK:

Data: 20 de novembro

Local: Planetário da Gávea – Rua Vice-Governador Rubens Berardo, 100, Gávea

Sujeito a lotação. Vagas limitadas.

Entrada Franca.

– A programação poderá sofrer sem alteração sem aviso prévio.

– As crianças deverão estar sempre acompanhadas de 01 responsável durante as atividades.

PROGRAMAÇÃO E CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA:

Área de Videogames – 6 a 12 anos (Gratuita)

Área de Card Games (Jogos de Cartas e Tabuleiro) – 6 a 12 anos (Gratuita)

Oficina de Robótica – a partir de 8 anos (Atividade Paga)

Oficina de Culinária – a partir de 4 anos (Atividade Paga)

Oficina de Quadrinhos – a partir de 5 anos (Gratuita)

Oficina de Robótica com Lego para pais & filhos – a partir de 5 anos (Atividade Paga)

Show de ciências – a partir de 4 anos (Atividade Paga)

Contação de Histórias Sci-Fi – a partir de 4 anos (Gratuita)

Quiz Geek – a partir de 6 anos (Gratuita)

Desfile & Concurso Cosplay – até 12 anos (Gratuita)

Arena Medieval e Jedi Arena – a partir de 5 anos (Gratuita)

RPG para Iniciantes – a partir de 4 anos (Gratuita)

Atividade Sensorial para Bebês – de 6 meses a 3 anos (Gratuita)

Sessão de cúpula – a partir de 3 anos (Gratuita)

Oficina de horta aromática – a partir de 4 anos (Atividade Paga)

Oficina de naves espaciais – a partir de 5 anos (Gratuita)

SOBRE O MUNDINHO GEEK

O Mundinho Geek é um projeto da Imagem Cultural, onde pais e filhos podem dividir suas paixões em uma experiência única, recheada de referências do universo geek (aqueles que se atraem por tudo aquilo que é novidade, principalmente quando o assunto são computadores, super-heróis, quadrinhos, filmes de ficção científica e outros). Foi criado com a intenção de fazer com que as crianças aprendam brincando, em um ambiente carinhosamente pensado para elas.

No Mundinho Geek as crianças podem ser e se vestir como seus personagens prediletos. É o local onde o mundo dos quadrinhos, da cultura pop, da ciência e da tecnologia se encontram. Um lugar para reunir toda a família e compartilhar o que você mais gosta com os seus filhos.

SOBRE A FUNDAÇÃO PLANETÁRIO

Inaugurada em 19 de novembro de 1970, a Fundação Planetário se dedica a difundir Astronomia e ciências afins e oferecer cultura e lazer de qualidade à população carioca e os demais visitantes, se tornando sinônimo de diversão não só pelas Sessões de Cúpula, mas por promover a todos os tipos de público uma série de atividades e projetos culturais que permitem a integração entre as mais diversas áreas da ciência.

Contatos: https://www.facebook.com/mundinhogeek/

(21) 9 6907-2480 / juliana@imagemcultural.com.br

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é maenaodorme@gmail.com

Você sabe diferenciar os estágios da febre?

A febre tem vários estágios e é muito importante saber diferenciar cada estágio dela para que possa fazer o tratamento correto.

Seu filho está bem, brincando, quando de repente você o percebe bem quieto e quando o pega no colo logo percebe que está quentinho! Logo, você já sabe, ele está com febre! Mas você sabe o que fazer?
febre

– Intercale a medicação:

Muitas vezes, antes do intervalo recomendado entre uma dose e outra de remédio, a temperatura  começa a subir novamente. Nesse caso, você pode dar um outro tipo de medicamento. Se a criança tomou paracetamol, por exemplo, você pode dar ibuprofeno. Também vale fazer esse revezamento para não exceder a máxima dose diária recomendada. Por exemplo, se o remédio pode ser dado de 4 em 4 horas, mas não mais que 5 vezes ao dia, em 24 horas, esse limite não seria respeitado, por isso, é melhor alternar as medicações. No entanto, SEMPRE com orientação do pediatra.

-Fique atento:

Se você perceber que a criança não responde a medicação, ou que  está com muito frio, muito sono, gemendo de dor, não exite, leve-a ao pronto socorro!

– Cuidado com os RNs:

Bebês abaixo de 3 meses devem ter atenção redobrada quando o assunto é febre! No primeiro pico de febre, já corra para o Hospital!

– Febre acima de 37,8º já precisa ser medicada:

Com essa temperatura, a criança já começa a sentir mal estar, dor de cabeça ou no corpo. A medicação é feita para aliviar então, os sintomas!

O que podemos fazer para aliviar?

Dar um banho morno, compressas de água na testa e nuca, ingestão de líquidos, repouso são dicas para diminuir o mal estar da criança!

E lembre-se, nunca esqueça de consultar o pediatra!

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é maenaodorme@gmail.com

Alimentação Pós Parto

Nutricionistra do Hospital Getúlio Vargas tira as dúvidas quanto a alimentação pós parto

alimentacao pos parto

Logo que recebi alta depois do parto, a minha primeira pergunta a obstetra era o que eu podia ou não podia comer. Na hora ela respondeu que eu poderia comer tudo.

Só depois que ela saiu do quarto é que eu me toquei que tinha formulado minha pergunta de forma errada. Eu queria saber os alimentos que iriam interferir na amamentação, nas cólicas e na minha recuperação.

Com o tempo fui percebendo que não era a única com essas dúvidas, muitas mães não sabem a alimentação correta para esse período.

Pensando nisso, convidei a Dra Lumena Isis, nutricionista no Hospital Getúlio Vargas, para responder algumas dúvidas que eu tive e que acredito que muitas mamães podem ter também.

Existe alimentação diferenciada de parto normal para cesariana?

Na cesariana por ser uma cirurgia, é importante aumentar a ingestão de proteínas e alimentos ricos em vitamina C (legumes, verduras e frutas cítricas) que auxiliam na cicatrização.

Lembrando que esses alimentos também devem ser ingeridos para as mães que tiveram parto normal. E não deve esquecer da hidratação!

Há alimentos que são proibidos?

Proibidos somente bebida alcoolica, mas é válido evitar o excesso de alimentos estimulantes como: café, refrigerantes a base de cola, chá preto, chocolates.

Há alimentos que ajudem na cicatrização, que ajude os órgãos a voltar para o lugar, que ajudem na produção de leite ou até mesmo que dêem mais energia para as mamães nessa fase tão exaustiva?

Depois do parto, as mulheres devem priorizar os alimentos ricos em água (frutas, legumes), em proteína (carnes, ovos e leite), em antioxidantes (frutas e vegetais) e em ferro (carnes, oleaginosas, cereais integrais), sempre acompanhados de alimentos ricos em vitamina C, como as frutas cítricas. Estes alimentos também auxiliam na cicatrização.

É verdade que uma mãe que amamenta deve beber mais água que o normal?

Não, a mãe que amamenta deve se manter hidratada, e beber água e líquidos de acordo com seu corpo e metabolismo.

A alimentação da mãe influencia no período de cólicas do bebê? Se sim, o que pode e o que não pode? Acho que a principal duvida é quanto ao refrigerante e chocolate.

A alimentação para evitar as cólicas no bebe não está estipulada porque nem todos os bebês são iguais, e o que pode causar cólica num bebê, pode não causar em outro. Muitos bebês têm cólica independente do que a mãe coma ou não, mas é sempre uma questão de testar os alimentos um a um, introduzindo e excluindo, para verificar como o bebê reage. Alimentos que podem aumentar a produção de gases: feijão, cebola, repolho, couve-flor, brócolis, ervilha, doces em excesso, leite e derivados, refrigerantes.

Eu fiquei 9 meses sem poder comida japonesa e quando o João nasceu fiquei doida por uma. Muita gente criticou. Comida japonesa pode na gravidez? e depois de quanto tempo de parto, ela está liberada?

Pode, desde que a mulher tome alguns cuidados antes de ingerir comida japonesa, como observar a higiene do local e a forma de conservação do alimento por causa do risco de contaminação. Lembrando também que há risco não só na comida japonesa, mas também nas saladas e carnes mal passadas, o ideal é evitar comer fora de casa.

Muitas mulheres ficam preocupada com o peso pós gravidez. A mãe pode fazer dieta depois do parto? Depois de quanto tempo?

alimentação pós parto

A primeira medida para perder peso é amamentar: quando a mulher amamenta, produz um hormônio, que provoca a contração do útero e estimula o retorno ao tamanho normal. Sem falar que o aleitamento consome muitas calorias por dia.

A segunda medida é seguir um cardápio saudável para estimular a produção de leite e com isso o corpo volta ao normal. O emagrecimento só deve ser uma preocupação por volta dos seis meses de vida do bebê. Até lá o peso deve reduzir naturalmente, especialmente com a ajuda da amamentação.

A mulher que está amamentando tem que se alimentar mais vezes ou continua com a alimentação normal? De quanto em quanto tempo é aconselhável comer algo?

O ideal é que a mãe se alimente da maneira mais saudável possível, dedicando especial atenção aos líquidos. E fazer as refeições normais (café-da-manhã, colação, almoço, lanche, jantar e ceia).

Teria alguma dica para dar as mulheres que acabaram de ter bebê ou que estão amamentando?

O importante para a mulher que está amamentando é consumir nutrientes necessários para a saúde sem adicionar calorias na dieta, e procurar um nutricionista para fazer seu plano alimentar.

Espero ter ajudado de alguma maneira. Caso ainda tenha alguma dúvida, deixem nos comentários 😉

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é maenaodorme@gmail.com

Beijos,

Fê!

Parem com o sexismo na infância

Essa semana um vídeo viralizou nas redes sociais. Nele um pai, Mikki Willis, contava que o filho de 4 anos pediu uma boneca Barbie Ariel de presente e……..ELE DEU! ❤

O pai explica que ele e a mãe querem que os filhos façam suas próprias escolhas e que ele está ali para amá-los independente de quais sejam essas escolhas.

Eu sou totalmente contra esse sexismo em crianças. Para quem não sabe, sexismo é uma forma de descriminação. São coisas que são atribuidas às pessoas por elas serem de determinado sexo.

sexismo-infancia-mae-nao-dorme

Na infância é  menina brinca de boneca e menino de carrinho.

Eu nunca gostei disso e vou repetir que sou totalmente contra.

Por ser contra, coloquei na minha cabeça que não daria carrinhos para o João. – ah, eu adorava carrinhos, brincava com os do meu primo, fazia fila de carrinhos e os estacionava no tapete que ele tinha com pistas de carro – Não sou radical com nada, mas não queria impor isso à ele. Acabou que ele brincou com carrinhos de outras crianças e descobri que ele adora carrinhos, ele saiu brincando como se já soubesse o que fazer.  E agora que sei que ele gosta de carrinhos, não vejo problemas em dar carrinhos a ele.

Como também se eu soubesse que ele gosta de panelinhas, não veria problemas em dar panelinhas a ele.

‘Ah, mas você vai dar panelinhas ao seu filho homem?’

Por que? O que pode acontecer com ele no futuro? Ele gostar de cozinhar? Pois bem. Aqui em casa, quem cozinha é meu marido.

E se eu der bonecas à ele? O que pode acontecer? Ele se tornar um bom pai no futuro?

O João tinha uma mamadeira rosa. Muita gente falava coisas como “mas rosa?!”. Por que? O que pode acontecer se meu filho crescer gostando da cor rosa?

Uma amiga querida que estava montando o enxoval do seu filho estava procurando chupeta, mas não podia ser amarelo porque o marido disse que era de menina. Olha, você vai me desculpar, mas se tem uma coisa em um bebê menino que deve ser diferente de uma bebê menina, não é a chupeta e sim a fralda. Porque, na minha concepção, é a única coisa que tem de diferente em bebês de sexos diferentes. SÃO APENAS BEBÊS!

E quando ele crescer? Ele não vai usar camisa amarela? Ué, mas roupa amarela deveria ser só de mulher, então.

É como o psicólogo Steve Biddulph diz, o sexismo limita as crianças e temos que libertá-las desses limites. Um menino que gosta de brincar de vassourinha, ajudará nas tarefas de casa. Uma menina que gosta de carros, de subir em árvores, se tornará uma mulher menos medrosa.

Primeiro de tudo, as crianças não entendem essas limitações. Uma cor rosa para elas é apenas mais uma cor. Uma boneca é apenas mais um brinquedo. Então, não. Não, seu filho não se tornará gay porque gosta da cor rosa.

Deixa eu te explicar uma coisa. A única coisa na face da Terra que diferencia um gay de um hetero é apenas por ele gostar de se relacionar por pessoas do mesmo sexo. E isso não é influenciado por cores, brinquedos e outras coisas da infância.

E nós, como pais, temos o dever de criar pessoas educadas, de caráter, íntegras, que não sejam violentas, de bom coração. O mundo já está cheio de maldade, é nosso dever transmitir o máximo de amor que pudermos.

Nelson Mandela disse uma coisa que eu amo e levo para a vida: “Ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor de sua pele, ou por sua origem, ou sua religião. Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se elas aprendem a odiar, podem ser ensinadas a amar, pois o amor chega mais naturalmente ao coração humano do que o seu oposto. A bondade humana é uma chama que pode ser oculta, jamais extinta.”

Nossa missão nessa vida é a de ensinar nossos filhos a amarem.

E se seu filho for gay? E daí?! É seu filho, saiu de você, faz parte de você. Saber amar é saber respeitar as escolhas das pessoas. Não há mal nenhum ser gay, não é um defeito, é só mais uma forma de amar.

Se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda

Pais não devem ajudar a mãe, pais devem ser pais

Eu nunca entendi quando alguma mãe falava com orgulho: “Ah, o pai me ajuda muito”.

pai-mae-nao-dorme

Mas como assim ajuda? A criança é tão filha do pai quanto é da mãe. O pai não deveria ajudar, deveria ter as mesmas responsabilidades da mãe.

Eu passei quase 6 meses amamentando de madrugada. Acordava, ficava lá até o João estar totalmente saciado. Mas, na madrugada, quase sempre quem colocava pra arrotar era meu marido, pra eu poder dormir um pouquinho até o João acordar de novo.

Mesmo depois de parar de amamentar, eventualmente, o João acorda de madrugada. E quem levanta é o meu marido, dá a mamadeira na mão do João e volta pra dormir.

Quando conto isso para as pessoas, elas ficam chocadas. Algumas até me perguntam se eu não tenho vergonha. Por muitas vezes senti vergonha, sim. Me senti culpada até. Mas já me absolvi dessa culpa. E não tenho vergonha. Está escrito em algum lugar que levantar de madrugada é responsabilidade da mãe?

Por aqui não dividimos tarefas. Tudo que eu faço, meu marido também faz. Cada um faz quando pode, dependendo do dia. Nunca tivemos problema com isso. E acho um absurdo quando me impõem certas responsabilidades.

E tenho certeza que as mulheres querem que isso mude, elas não querem que o pai ajude, elas querem que o pai seja tão presente nas tarefas diárias quanto elas. Mas isso é difícil porque a sociedade te impõem todas essas responsabilidades como sendo somente suas.

No início do ano o João passou por uma fase SINISTRA pra comer. Ele gritava, cuspia a papinha, abanava as mãos e derrubava a papinha no chão. Era o verdadeiro inferno dar comida pra ele.

Um belo dia estávamos nós três no shopping e procuramos o espaço família (o nome já diz tudo, espaço para toda a família, o que acredito eu, inclui o pai, não?) para dar comida para o João. Eis que me deparo com a seguinte surpresa. O local que ficava a cadeira de alimentação, microondas, filtro, pia e cadeira amamentação era de entrada proibida de homens. Isso mesmo! Só eu achei isso um absurdo?

Se você é mãe de gêmeos e precisa amamentar, vai ter que se virar nos 30 ou então levar uma mulher a tira colo com você.

Se seu filho está com o pai sozinho no shopping….opa! Melhor ele se virar para dar comida em outro lugar. Se seu filho não fica sentado numa cadeira normal da praça de alimentação, então é melhor ir pra casa. Porque a cadeirinha de alimentação, ele não vai poder usar.

E se, o seu caso é como o meu, vai passar perrengue. E foi um perrengue louco. O João se sujou inteiro, sujou a cadeira toda, o chão todo. E meu marido sentado lá fora, sem poder entrar.

Foi um perrengue tão grande, que o joão se abanava tanto que derrubou o pote de papinha no chão e quebrou. Sujou o chão inteeeeeeeeeiro de papinha. Nesse momento eu me descontrolei e ignorei qualquer regra (eu odeio ir contra regras dos lugares que estou, mesmo que eu não concorde). Chamei meu marido e pedi pra ele me ajudar, pelo amor de Deus.

Nossa, foi um transtorno. Um passeio que era para ser prazeroso, foi horríveeeel.

Tirando esse, outro dia me marcou muito.

Fomos em um restaurante, mesmo eu estando muito cansada. Assim que chegamos o João fez xixi e vazou tudo (é incrível, nunca vaza xixi em casa, mas é só a gente sair que vaza xixi da fralda, sempre).

Pedi pro meu marido trocar a fralda porque eu realmente tava cansada e tinha ACABADO de sentar. Ele pegou o João no colo e perguntamos aonde era o trocador. Eis que a resposta: “No banheiro feminino”. Eu: “Não tem no dos homens?”. “Não”. “Não tem no de deficientes?” “Não”. Inacreditável!!

Mais uma vez, se o seu filho tiver sozinho com o pai, ou ele troca na mesa do restaurante, ou vai embora, ou fica sujo até chegar em casa. Não é surreal isso?

E o pior!! Depois que eu me toquei que 99% dos lugares são assim. Isso tira muito o meu humor. Sou revoltada com isso.

Massssssss……..nem tudo está perdido. Fiquei feliz em saber que esse cenário está mudando.

É que a partir desse mês de Agosto, a marca da Bayer começa uma campanha bem legal com os homens e lidera um movimento mais legal ainda para incentivar a participação dos pais na criação e nos cuidados com os filhos.

logo-papai-manda-bem-mae-nao-dorme

Eu não sei o porquê, mas cuidados como dar banho, trocar fralda e colocar pra dormir são algumas das muitas responsabilidades, em geral, dadas às mães. Os pais, assim como meu parido, aos poucos, estão se envolvendo e aumentando a participação nas tarefas diárias. Mas as mulheres ainda são as que mais dedicam tempo às crianças. Segundo pesquisa da Universidade do Estado de Ohio, dos EUA, as atribuições básicas de cuidados com bebês de, aproximadamente, nove meses consomem duas horas por dia de dedicação das mães contra 40 minutos dos pais. Olha isso!

E pensando nessa importância da paternidade ativa e presente, a Bepantol® Baby vai liderar, a partir desse mês, o movimento que se chama Papai Manda Bem, que terão debates e uma série de ações, incluindo a entrega de mil trocadores de fraldas para banheiros masculinos ou que tenham áreas comuns para ambos os sexos de estabelecimentos públicos de todo o Brasil. GRAÇAS A DEUS! Ouviram minhas preces quase que diárias. Como nunca ninguém pensou nisso antes?

“Os homens estão assumindo novos papéis nas relações familiares, principalmente na criação dos filhos. E o nosso movimento Papai Manda Bem visa incluí-los cada vez mais na rotina de cuidados com as crianças”, afirma Mariana Hagel, gerente de marketing de Bepantol® Baby no Brasil.

De acordo com o relatório State of the World’s Fathers, divulgado recentemente pela organização ativista MenCare, crianças cujos pais participam desde cedo da criação se tornam mais felizes e educadas.

Entendendo esse cenário, a Bepantol® Baby passa a dialogar também com os homens, provocando uma mudança de comportamento e chamando a atenção para o papel do novo pai, que precisa estar cada vez mais envolvido no cuidado com os bebês, não apenas com o suporte financeiro, mas compartilhando as tarefas com as mães e assumindo mais responsabilidades no dia a dia com os pequenos. O objetivo da marca é promover, a partir de agora, ações que fortaleçam o vínculo entre pais e filhos, incentivando a evolução da paternidade nas relações familiares.

papai-Manda-bem-mae-nao-dorme

E se você tem um estabelecimento e está interessado em participar do movimento e receber os trocadores de fraldas de Bepantol® Baby você deve se inscrever na seção Papai Manda Bem, pelo site www.bepantolbaby.com.br, e enviar fotos e a descrição do local. Em um segundo momento, a Bayer avaliará se os espaços estão dentro das determinações especificadas no regulamento e, se aprovado, o estabelecimento receberá o trocador de fraldas. “Nosso objetivo com as mil entregas é incentivar que os homens possam desempenhar mais facilmente o papel de pai, uma vez que na maioria dos estabelecimentos o trocador fica no banheiro feminino”, diz Mariana.

As inscrições podem ser feitas de 7 de agosto a 17 de abril de 2016 ou enquanto durarem os estoques. Os mil trocadores serão distribuídos em todo o território nacional até maio de 2016.

Além disso, a marca mapeará estabelecimentos no Brasil que já possuam a estrutura necessária aos pais e enviará selos com a assinatura da campanha #papaimandabem, evidenciando que esses pontos são chancelados por terem um fraldário para receber os pais e seus bebês.

Eu achei tão demais essa iniciativa da Bepantol que queria dar um abraço neles pra agradecer. rsrs. Tenho certeza que não sou a única mãe agradecida, não é mesmo?

Se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda