O dia do nosso nascimento

Sempre ouvi dizer que quando a mulher está prestes a parir, ela meio que se isola. Eu achava que isso era lenda, mas sem perceber, no dia anterior ao meu parto, comecei a ficar pensativa, na minha, calada, nervosa.

Nesse mesmo dia à noite, fui para o futuro quarto do meu príncipe, fiquei ali até o Leandro chegar. Quando ele chegou, ficamos um pouco abraçados e comentei que a partir do dia seguinte nossa vida nunca mais seria a mesma, mesmo que quiséssemos, mesmo que tentássemos, nunca mais voltaria ao que era. Consequentemente, nós nunca mais seríamos os mesmos.

Aquilo me deu um frio na barriga e começou a cair minha ficha que era verdade, eu seria mãe. Os 9 meses passaram muito rápidos. Lembro exatamente o dia que descobri a gravidez e, desde então, por mais que os dias passassem correndo, sempre parecia muito distante. Mas não estava mais distante. Eu iria dormir e quando acordasse, iria ao hospital dar as boas vindas ao MEU FILHO.

E assim, no dia 7/6/14, num sábado, acordei bem cedo e comecei a me arrumar para receber o amor da minha vida, sempre em silêncio. Fomos para o hospital eu, Leandro, minha mãe, meu pai e uma amiga que tiraria as fotos do parto, a Bernadete. Todos muito felizes e falantes, mas eu ainda na minha.

Fiz o procedimento da internação e subimos para o quarto. Aos poucos, alguns amigos e familiares começaram a chegar. Cada um que chegava era um conforto no meu coração. Era como se cada um estivesse segurando minha mão e dizendo que ficaria tudo bem.

10372308_831823506845860_2825040275595746888_n

Minhas amigas chegando de surpresa e fazendo a maior festa no quarto

Um a um foi chegando até que o quarto estava lotado. Acredito que já tinham umas 20 pessoas no quarto quando minha médica chegou. Ela conversou comigo, me contou como seriam os procedimentos e pediu que todos se retirassem do quarto e se encaminhassem para a sala de espera do berçário.

10300044_831823463512531_7329361655646031768_n

NOSSA! Tava chegando a hora. E do mesmo jeito que chegaram, um a um foi se despedindo de mim, me desejando uma boa hora. Não me aguentei, comecei a chorar, me emocionei com as palavras que me disseram e, ao mesmo tempo, vê-los saindo do quarto me fez pensar que agora era comigo, só comigo.

Quando minha mãe veio se despedir de mim, me deu um beijo na testa e não disse nada. Mas eu sabia tudo o que ela queria dizer na hora e todas essas palavras não ditas confortaram meu coração.

603642_831823396845871_29148639844247808_n

Até que todos se foram e o maqueiro chegou para me levar. NOSSA! Então a hora chegou mesmo, não tinha para onde correr, não tinha como adiar.

Subi na maca, Leandro me deu a mão e o maqueiro começou a me empurrar pelos corredores do hospital até o centro cirúrgico.

A sensação era igual de um filme, eu via apenas as luzes no teto passando sobre mim, via algumas pessoas queridas que ficaram pelos corredores para esperar eu passar e me dizerem mais algumas palavras de carinho e apoio. O que me fez chorar mais, fui praticamente o caminho todo chorando e apertando a mão do Leandro, não queria que ele me soltasse por nada no mundo.

Mas, para a minha surpresa, chegando na porta do centro cirúrgico, o maqueiro pediu para nos despedir porque a entrada do Leandro era do outro lado e que ele só entraria na sala de parto quando toda a preparação já tivesse sido feita, praticamente somente na hora do nascimento mesmo.

10468644_831823443512533_501752807276226560_n

10409738_831823336845877_3152408892005671199_n

Me desesperei, eu não podia ficar sozinha, eu precisava dele ali comigo, eu simplesmente não conseguiria sozinha. Mas não tínhamos escolha, tivemos que nos despedir. E por mais que tivesse toda a equipe médica lá, me sentia completamente sozinha.

10402903_831823350179209_3308004422452025763_n

Fiquei no corredor por alguns poucos, porém infinitos, minutos enquanto terminavam de preparar a sala para a minha entrada.

Alguns enfermeiros e médicos me perguntavam o motivo do choro, se era de nervosismo ou de alegria. Menti, falei que era de alegria, mas eu estava tão nervosa com tudo, com a cirurgia, com a chegada dele, com a mudança na minha vida, que mal conseguia ficar feliz.

Entrei e os procedimentos começaram. Enquanto eles eram feitos, uma enfermeira me segurou a mão e perguntou o nome do bebê. Respondi que era João e ela me disse que o nome era lindo, nome de santo (por isso o nome dele) e que o dia de São João estava chegando (24/06) e que mãe de João, todo dia de São João teria que fazer um bolo de fubá para o filho. Me fez prometer que o faria. Prometi.

Os procedimentos iniciais terminaram e finalmente o Leandro entrou. Fiquei mais tranquila com a presença dele lá.

Escuto minha médica dizer: Vai nascer!

Meu Deus! Era agora!

Não, pera! O espertinho não queria sair do quentinho e voltou pro “fundo do útero”.

Ouço mais uma vez a médica: Agora sim! Vai nascer! Preparados?

E às 13:13 veio ao mundo meu João. Nasceu viradinho de bundinha.

João-28

Lembro da anestesista abaixar o lençol para que eu pudesse o ver. E eu vi aquele bebê e me perguntei “É meu? Então era ele que tava dentro de mim? Como pode esse bebê tão grande estar dentro de mim? Então eu sou mãe? Então eu tenho um filho pra chamar de meu?”. E me fiz todas essas perguntas em alguns segundos, porque logo ela levantou o lençol e a pediatra levou para fazer alguns exames rápidos do meu lado.

João-47

João-36

10409488_831823266845884_5323492203373188464_n

Papai cortando o cordão umbilical ❤

Enquanto isso fiquei pensando que não tive o imprinting (amor à primeira vista) que achei que teria. Que tipo de mãe seria eu?? Aquele bebê não parecia ser meu.

Lembro de ouvir o Leandro me chamar atrás de mim, quando olhei ele me disse: ELE É LINDO!

Nesse momento me emocionei de verdade e só soube sorrir pra ele. E foi aí que ele tirou uma foto minha maravilhosa, nunca passei tanta felicidade numa foto, tanta felicidade com os olhos.

João-29

Até que me trouxeram o João, colocaram ele do meu lado (não pude pegá-lo no colo ainda) e eu encostei meu rosto no dele. Como ele era quentinho, e como aquele quentinho me preencheu por inteiro, me deu calafrios e comecei a chorar dizendo bem baixinho que o amava, que o esperei muito e repetindo sem parar que o amava. Comecei a beijar aquele bebê da pele quentinha, o MEU bebê, o grande e verdadeiro amor da minha vida.

João-66

João-74

E João e Leandro foram para o berçário. Finalmente o João seria apresentado a todos que estavam ali ansiosos com a sua chegada.

João-90

Quando os vi saindo da sala, me senti tão aliviada que pude, enfim, descansar e caí no sono. E lembro que a pediatra me acordou e disse: “Olha, chegou mais gente. O berçário tem 3 janelas e todas elas estão lotadas de gente. Parece até que filho de artista nasceu”.

10322429_831823120179232_92371267217787925_n

10369216_831823086845902_770437569683709064_n

Desculpa Dra. É que meu filho não nasceu, ele estreou. rsrs. Mas falando sério. Eu fiquei tão feliz em saber disso. Em saber que nós três somos queridos por muitas pessoas. E que, antes mesmo do meu filho nascer, ele já era amado por muitos.

Fui para o quarto e no caminho pude ver pessoas queridas pelos corredores. Eles me esperaram. Como é bom se sentir amada. Que conforto que dá dentro da gente.

Depois de algum tempinho, levaram o João para o quarto e eu pude, enfim, pegar meu príncipe no colo. Não existe sensação melhor no mundo. A sensação de ter o mundo inteiro nos seus braços e que o tempo parou nesse momento.

João-134

Primeira vez que amamentei meu filho

E foi assim que no dia 6/7 (6+7 = 13), às 13:13 meu João veio a mundo de bunda virada pra lua (segura essa, Zagallo).

João-218

João-192

João-32

E não, esses não foram os primeiros momentos da vida do João. Foram os primeiros momentos da minha vida. Foi quando minha vida começou, quando ela começou a ter sentido. Eu andei vagando por aí esse tempo todo e só agora eu sei o que é amor de verdade, o que é ser feliz de verdade por nada.

João-236

Amo minha família mais que tudo, amo minha família com todas as minhas forças.

71489_831823173512560_5332130934243745013_n

Ps: As fotos em preto e branco quem tirou foi o Leandro. As que estão com logo, são da Bretas Caetano (já falei dela aqui). Obrigada pelas fotos, Bernadete. Obrigada por eternizar o momento mais feliz de nossas vidas.

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Anúncios

Meu primeiro dia das mães

Mesmo ainda na gravidez eu me senti no direito de comemorar meu primeiro dia das mães

gravidez-dia-das-maes

Primeiro queria pedir desculpas por não ter aparecido aqui ontem, mas é que o final de semana foi corrido e ontem eu tava morta. Consegui colocar meu sono em dia, finalmente. Tudo graças ao tempinho maravilhoso que tá fazendo por esses dias.

Domingo foi meu primeiro dia das mães,  troquei o papel de filha para o papel de mãe. Foi muito especial esse dia pra mim. Apesar de eu ainda não ter meu João no colo, a minha vida já mudou completamente. Meus objetivos, meus valores, meu modo de enxergar o mundo. E é por isso que eu chamo meu filho de milagre.

Milagre também porque desde que perdeu a sua mãe, em 2012, o Leandro (papai do João) não comemora essa data, não quer levantar nem da cama nesse dia. E no domingo eu comentei com ele que a mãe dele mandou o João pra gente para ele nunca mais deixar de comemorar essa data, pra ele nunca mais se sentir sozinho nesse mundo (apesar dele sempre ter a mim).

gravidez-milagre

Além de almoçar com a minha família, que é sempre uma delícia, ganhei presentes. Ganhei presentes do Leandro e do João (sim, meu filho já me deu presente), da minha mãe e da minha vó.

Coincidentemente, minha mãe me deu uma camisola e minha vó duas camisolas. Justamente a quantidade que eu precisava para levar para a maternidade.

Na minha mala de maternidade irão 3 camisolas bem confortáveis. É muito importante mesmo que elas sejam confortáveis, porque eu já estarei desconfortável o bastante. Além disso, elas tem que ser de botão ou que dê para ter uma abertura para a amamentação.

Inclusive, consegui no site da maternidade que vai ser meu parto, a lista do que preciso levar na mala. Pretendo montar as malas (minha e do João) até semana que vem, no máximo. E quando o fizer, vou mostrar pra vocês o que estou levando.

gravidez-mala-maternidade

Tô doida pra montar logo essas malinhas. ❤

Não vejo a hora também de acordar com essa coisinha pequena em cima de mim no ano que vem, me babando muito, só pra começar com chave de ouro o  meu dia das mães.

Falei até pro Leandro que ele tem sorte porque esse ano ele vai passar o dia dos pais com o João, que vai ter 2 mesinhos. E vou fazer questão de acordá-lo dessa maneira, de fazer um dia inesquecível para nós 3.

Iniciei ontem minha contagem regressiva e hoje faltam apenas 25 para a chegada do meu baby. Eu tenho um quadrinho (negro) no meu quarto e é nele que coloco os dias que faltam.

Bom, hoje eu tenho uma ultra, vou ver meu pequenininho e amanhã volto aqui pra contar para vocês como foi, ok?

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Carta da minha mãe para mim

Você já se perguntou como foi a gravidez da sua mãe? Eu me perguntava isso todos os dias desde que fiquei grávida

image (34)

Mami Poderosa grávida de mim. Que barriga linda ❤

Desde o início da gravidez eu fico pensando como foi com a gravidez da minha mãe, se ela passou mal, se ela conversava comigo enquanto eu estava na barriga, se ela me esperou com muita ansiedade e, principalmente, se ela sentia esse amor todo que eu já sinto pelo João.

Porque o amor é tanto, é tanta vontade de ter o João pra sempre colado em mim, que fico pensando se minha mãe sentia a mesma coisa.

Sempre ouvi dizer, inclusive dela, que só entenderia as atitudes da minha mãe quando eu mesma fosse mãe e nunca levei isso a sério. Hoje eu consigo entender completamente isso. Hoje eu amo muito mais a minha mãe, a admiro muito mais e sou muito mais agradecida por cada atitude dela, por cada palavra dela. Hoje eu sou muito mais amiga da minha mãe e amo ver o quanto ela baba pelo João que ainda nem nasceu.

31337_118806348147583_6155968_n

Minha mãe é meu exemplo, é meu guia, é minha base. Quando tudo dá errado, eu sei exatamente que posso contar com ela, que mesmo que eu não esteja certa, ela vai me apoiar e vai dar um jeito de me ajudar, da maneira dela.

A minha conexão com a minha mãe é tão forte, de um jeito tão estranho, que se eu chorasse de manhã e à noite fosse pra casa, ao pisar na sala ela perguntava “Ué, tá chorando por quê?” e não adiantava eu dizer que não estava chorando, porque ela não se convencia. Eu nunca consegui esconder nada da minha mãe, nenhum sentimento, nada. Ela não precisa nem me olhar, ela descobre as coisas pelo tom da minha voz. E quando eu insistia em mentir pra ela, ela vinha com o “Fernanda, eu te conheço, você saiu de mim”.

Bom, e tem quase um mês que eu pedi para a minha mãe escrevesse uma espécie de carta contando como foi a gravidez dela, o que mudou na vida dela e como ela, hoje, me vê como mãe. Falei que seria para eu publicar perto do Dia das Mães e ela foi me enrolando.

Até que a Nextel lançou um comercial de Dia das Mães com essa minha mesma proposta (inclusive é lindíssimo e eu chorei muito vendo). Aí eu disse: “Ta vendo, mãe? Agora parece que tô imitando eles”. rsrs.

Finalmente minha mãe me mandou a carta e eu chorei desde a primeira palavra escrita por ela, até o último ponto final.

31337_118806278147590_6531495_n

Carrego o nome dela em mim

Por Carmen Pereira

Minha filha, você agora está quase mãe, do nosso já tão amado João. Ser mãe realmente é uma dádiva de Deus e, você foi abençoada. A gente não precisa fazer nenhum curso para ser mãe, aprendemos tudo na mesma hora em que os nossos filhos nascem, é algo de Deus mesmo. Parece que o nenem quando nasce vem com um manual, quem dera, mas não é a realidade.

Dizem que as histórias se repetem, e não foi diferente com a gente.

Quando a gente é mãe, tudo muda nas nossas vidas, a começar pelo nosso corpo (rs), mas isso pouca importa, porque quando a gente vê aquele ser pequeno, lindo e indefeso tudo a nossa volta parece não fazer parte deste momento tão sublime, que é de mãe com o filho.

Tive uma gravidez muito tranquila, sem problemas, trabalhei até o final. Você nasceu de cesariana e, tive uma ótima recuperação. Você era um bebe lindo, nasceu com 3,850kg, 40cm e carequinha. Calminha, mamava e dormia.

image (33)

E agora a história está se repetindo em uma outra geração.

Desejo que você seja uma excelente mãe para o seu filho, como tentei ser para você, quero te ver na prática – ser mãe.

Uma vez li um poema e que descreve realmente o que é ser mãe:

‘Ela tem a capacidade de ouvir o silêncio.

Adivinhar sentimentos.

Encontrar a palavra certa nos momentos incertos.

Nos fortalecer quando tudo ao nosso redor parece ruir.

Sabedoria emprestada dos deuses para nos proteger e amparar.

Sua existência é em si um ato de amor.

Gerar, cuidar, nutrir.

Amar, amar, amar…

Amar com um amor incondicional que nada espera em troca.

Afeto desmedido e incontido, Mãe é um ser infinito.’

(Trecho do livro Minha mãe, meu mundo)

Te amo!”

Mãe, eu também te amo muito! ❤ Não me imagino sem você

image (32)

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme (tá rolando um sorteio lá no Instagram).

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Papai também se sente pressionado

A gravidez não é só sua, é também do papai. Ele também está grávido

gravidez-pais-gravidos

Se tem uma coisa que tem sido essencial na minha gravidez, é o apoio que tenho recebido do papai Leandro.

Ele tem cuidado da gente de uma forma incrível que nunca esperava que alguém pudesse fazer nem por mim, nem pelo nosso João.

Além disso, ele tem tido uma paciência que eu achava que não teria comigo. Porque a gravidez é uma TPM constante e tem dias que nem eu me aguento.

gravidez-tpm-constante

É muita pressão sobre nós, gravidinhas. Só que o que eu acabei não percebendo que é muita pressão sobre eles também, os papais.

E ultimamente eu tenho notado o Leandro muito nervoso, muito estressado. Ele tem perdido a paciência muito facilmente, tem ficado de mau humor por muito pouco e, quem conhece o Leandro, sabe que isso é completamente fora do normal. Pro Leandro tudo tá bom, tudo vai se ajeitar, não precisa se stressar. Então, vê-lo assim, por muitas vezes até me assusta.

De uns tempos pra cá ele tem caído na cama e apagado, até ronca às vezes. Dá pra perceber o quanto ele está CANSADO. Começou a ter umas crises de sonambulismo, que me dão muitos sustos de madrugada.

Nessas crises, ele sempre dá um pulo na cama e eu acordo muito assustada. Uma vez deu um pulo na cama e disse que ia pegar Sprite pra mim (sendo que a gente nem bebe Sprite, nunca nem compramos esse refrigerante aqui em casa), no outro deu um pulo e disse que ia dar um jeito no ar que tava entrando e fez como se tivesse fechando a janela que já estava fechada (quando ele “caiu em si” disse que achou que a janela estava aberta com ar entrando) e hoje eu acordei com ele dando um pulo na cama e puxando meu edredom, meio que me ajudando a levantar.

gravidez-sonambulismo

Só hoje consegui perceber que essas crises de sonambulismo nada mais são do que excesso de zelo, que mesmo dormindo, ele tá preocupado comigo e com o João. E isso me dá um aperto no coração, uma dó. Saber que, apesar de todo esforço, trabalho e cuidado que ele tem tido, a gente (eu e João) não consegue dar paz pra ele nem para dormir bem e acordar disposto no dia seguinte para trabalhar.

Eu tenho tentado colaborar um pouco para que ele relaxe, sabe?! Quando vejo que ele está estressado, mesmo sem motivo, não argumento, nem falo nada, deixo ele se acalmar sozinho. Às vezes até saio de casa, vou pra casa de alguma amiga, pra dar esse espaço pra ele. Geralmente, aos finais de semana, eu acordava, não gostava de ficar acordada sozinha e acordava ele. Agora não faço mais isso, saio do quarto e deixo ele dormir até não aguentar mais, porque sei que ele realmente está precisando disso.

Queria que fosse mais fácil, que ele não precisasse se preocupar tanto com a gente, que ele percebesse que “Olha, vai ficar tudo bem, estamos todos bem e o que realmente importa é isso”. Mas acabo percebendo que fui eu que deixei ele ficar assim, que todo o meu stress, meu nervosismo, minha ansiedade e minha “TPM” fizeram isso com ele, o que acaba me deixando muito culpada.

Enfim, espero que com o passar do tempo, essas ansiedades todas passem e nós nos acostumemos com essa nova situação. 😉

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme (tá rolando um sorteio lá no Instagram).

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Diário de Gravidez – 34 semanas

Entrando na semana 34 hoje e esse é meu diário de gravidez

gravidez-34-semanas

Hoje estou entrando na semana 34 da gravidez. Ai, meu Deus! Falta exatamente 1 mês pro meu príncipe vir ao mundo e ele não vai fazer idéia do quanto foi esperado, não vai ter nem noção disso. Quem sabe um dia, se ele acabar lendo esse blog, consiga fazer uma idéia mínima.

Então, pensando nisso, cá estou eu aqui, para fazer meu diário de gravidez dessa semana que passou. Eu amo essa parte, consigo parar e pensar que em uma semana muita coisa pode, sim, acontecer.

Bom, como eu já comentei aqui, nessa semana que passou eu tive meu pré-natal e está tudo bem comigo e com o baby.

gravidez

Já parei de trabalhar por conta das dores nas costas que estão absurdamente absurdas.

E tem dia que estou bem melhor, mas tem dias que estou péssima. Na segunda-feira mal consegui levantar da cama de tanta dor nas costas, articulações e no pé da barriga. Dói muito mesmo. E nesses dias fico pensando como vou levar a gravidez por mais 1 mês, já que a tendência é piorar. Mas sei lá de onde tiro forças e vamos lá, vai passar rápido e já já meu amor vai estar nos meus braços.

Para dormir, eu sempre dormia de lado, era a posição mais confortável que tinha, porque que eu comprei uma almofada para gestante maravilhosa que já até comentei com vocês. Procurava sempre dormir do lado esquerdo porque é ótimo para a circulação.

Agora não consigo dormir mais de lado de jeito nenhum. Dói muito minha barriga e virilha. Só consigo dormir de barriga pra cima, praticamente sentada. Durmo com vários travesseiros na cabeça, acabo ficando meio inclinada, e vários travesseiros embaixo das pernas, na altura do joelho. Tenho dormido muito bem assim. Durmo quase a noite toda, coisa que não conseguia antes. Só acordo mesmo pra fazer xixi.

gravidez-dormir

Não sei se é porque não consigo dormir mais do lado esquerdo, mas acordo com muitas dores nas mãos, não consigo nem fechar os dedos e nem mexer a mão, como se ela estivesse super inchada. Tenho que ficar fazendo massagem e ir tentando abrir e fechar os dedos aos poucos, tento estalar os dedos, aí vai passando.

Mas sem nenhum inchaço. Nem nos pés e nem nas mãos.

Quer dizer, logo no início da gravidez minhas mãos deram uma inchada, tiver que parar de usar a minha aliança e elas ainda não desincharam, mas não incharam mais também.

Os meus pés incharam absurdamente no verão, principalmente em Fevereiro, eu fiquei até assustada. Fui do sapato tamanho 37 ao 39. Mas do nada eles desincharam e nunca mais voltaram a inchar. Estou até estranhando, porque nesse finalzinho os pés das grávidas incham e os meus pés nem parecem de grávida. rsrs. Pelo menos, eu acho que não.

Mas não estou reclamando disso, longe de mim. É ótimo!

gravidez-azias

As azias diminuíram muuuuito. Ainda tenho, mas nem se compara nem na intensidade, nem na periodicidade.

Do nada apareceram várias espinhas no meu rosto, principalmente no meu queixo. E desde o início da gravidez que minha pele melhorou muito, quase não apareceram espinhas.

E o pior é que não pode passar remédio nenhum, né?! O que eu tô fazendo é passar bepantol derma no rosto antes de dormir. O bepantol derma é ótimo também para passar nas olheiras e nos cabelos. Amo!

Minha barriga aumentou muito o tamanho. A faixa que eu usava na barriga (para sustentar o peso) direto, está apertada, me sufocando, sabe? Nada absurdo, tem dias que consigo usar tranquilamente, mas tem tem dias que me falta ar, sei lá. Uma sensação esquisita.

E como a barriga cresceu muito, apareceram mais estrias. No início da gravidez eu fiquei com algumas estrias, mas depois que troquei o creme e comecei a usar o Mustela, elas estabilizaram e até clarearam um pouco (o Mustela clareia um pouco as estrias vermelhas). Só que agora nasceram “algumas muitas” na barriga, umas 3 de cada lado do umbigo.

Isso me deixa um pouco chateada, saber que não vou poder mais usar um biquini. Mas não to pensando muito nisso por agora. Se as estrias apareceram é porque a barriga cresceu e se a barriga cresceu é porque meu príncipe tá se desenvolvendo. Então, que ele tenha todo o espaço do mundo sempre que ele precisar.

E as estrias? As estrias depois eu procuro algum tratamento que as diminuam.

gravidez-bebe-mexendo

Agora o mais delicioso dessa semana: Ele começou a se mexer muuuuuito. Ele já mexia, mas não tanto. Ele anda inquieto e dá pra vê-lo se mexendo nitidamente. Tem vezes que minha barriga fica tortinha, tortinha. Me dá uma emoção. Nesses momentos dá pra sentir ele todinho, sabe?! Aí eu pego assim e me sinto como se tivesse pegando-o no colo. Não há sensação no mundo melhor do que isso, não há nada no mundo que pague esse momento.

Meu filho, eu ainda não posso te ver, mas eu te sinto a todo momento. Você é o meu milagre, um milagre que opera em mim. Te amo com todas as minhas forças. ❤

E se você curtiu desse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme (tá rolando um sorteio lá no Instagram).

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Sorteio de dia das mães + Vacina contra Gripe

Na gravidez estamos mais suscetíveis a doenças, por esse motivo não podemos dar mole

Olá, primeiro eu queria contar pra vocês que está rolando um sorteio super legal lá no nosso instagram @blogmaenaodorme.

gravidez-sorteio

Lembra que contei aqui sobre o chá do João e de todos os fornecedores? Então, a Doce Dinda, que fez os chocolates e cupcakes do chá, disponibilizou pra gente um bolo de 20 fatias que é ótimo para comemoração de “mesversenário”, batizado e pequenas comemorações. E o mais legal é que o tema é por sua conta e criatividade.

O sorteio vai ser dia 11/05, dia das mães, e só vale pra quem é do Rio de Janeiro, tá? O frete não está incluso, mas se você preferir pode buscar com na Penha.

Pra participar é só procurar a foto oficial no nosso instagram @blogmaenaodorme e seguir os 3 passos que tem lá descritos. Você não vai querer perder essa, vai?!

gravidez-vacina-gripe

Bom, ontem fui tomar a vacina contra a gripe.

A campanha que começou dia 22/04 e vai até o dia 09/05, se aplica à gestantes, mulheres que deram à luz em até 45 dias, crianças de 6 meses à 5 anos de idade, idosos com 60 anos ou mais, profissionais da área da saúde, portadores de doenças crônicas e presidiários.

Eu fui ontem bem cedinho ao posto de saúde com apenas a minha identidade (com crianças, levar o cartão de vacinação) e foi super rapidinho, a fila estava pequenina e fui atendida rapidamente. Mas depois que eu saí, a fila já tinha aumentado, então recomendo ir o mais cedo que conseguir.

Estou com 33 semanas + 6 dias, a barriga é maior que tudo. Mesmo assim a mulher que me atendeu perguntou em qual grupo eu me encaixava para receber a vacina. Quase mandei ela dar um look em mim, mas me comportei e respondi que era gestante.

Não senti nada e a única coisa que hoje estou sentindo é uma dorzinha de nada no local da vacina, como se fosse um pequeno ematoma (sem marcas), mas nada demais. E pelo que li, amanhã já nem devo sentir mais nada.

Então, se você ou seu filhote se encaixam nesse grupo de cima, não deixem de tomar a dose da vacina. Caso tenha tomado ano passado, tem que tomar de novo, hein!

Ah, a vacina leva de 2 à 3 semanas para “fazer efeito”, ok?

gravidez-concurso

Mudando de assunto completamente, eu estou participando de um concurso para ganhar 1 ano de fraldas. (Sim, isso é muito preciso. rsrs)

Por isso, eu peço que, se vocês puderem, cliquem no link abaixo e votem na minha foto. O bumbum do meu João agradece: http://produtos.ne10.uol.com.br/aminhagravidez/internauta/perfil.php?id=85

Quem quiser também pode participar, basta se cadastrar no site e enviar uma foto sua com a barriga aparecendo e depois que sua foto for aprovada, pedir seus votos. As duas fotos mais votadas, ganham. 🙂

Só pra finalizar, porque não posso ir embora sem contar que o pedreiro finalmente terminou de colocar o piso no quarto do João, então agora o papai entra em cena para pintar as paredes e acho que até o final de semana, o quarto já estará preparado para começarmos à arrumar. Ain, meu Deus! É muita emoção!

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉

Minha lista de enxoval

Não tem coisa mais gostosa na gravidez do que montar o enxoval do nosso baby

gravidez-enxoval

Como algumas pessoas estavam me perguntando sobre lista de enxoval, dei uma pesquisada e montei uma que tem a ver com o meu dia a dia, com a cidade em que moro (Rio de Janeiro), o clima daqui, a estação do ano em que o João vai nascer (inverno).

Então montei essa lista que serve de sugestão para vocês, mas que vocês devem analisar e adaptar ao seu estilo de vida e à rotina de vocês.

Coloquei uma quantidade, mas não se atentem a quantidades porque cada criança é única. O seu bebê pode não se adaptar com o que coloquei aqui, pode usar em maior ou menor quantidade. Isso só no dia a dia você vai saber, não tem muito como prever por agora na gravidez.

Na quantidade de fraldas, me baseei em uma imagem que uma vez me mandaram que é a quantidade média que uma criança usa. Mas, mais uma vez eu digo, cada criança é única. Nem todas vão usar essa quantidade, umas usam mais um tamanho do que outros.

Você deve levar em conta também que por dia são, mais ou menos, cinco à oito trocas de roupa.

Muita coisa dessa lista eu não precisei comprar porque ganhei de presente, principalmente no dia do chá. Então, controle a ansiedade, que eu sei que é muita, de sair comprando tudo, porque senão vai ficar com muita coisa repetida que você nem vai chegar a usar.

Outra dica é não comprar muita roupa RN (recém nascido), optar pela de tamanho P, pois as RN seu bebê vai perder super rápido.

Lembrando que todas as roupinhas devem ser lavadas antes de serem colocadas para uso.

gravidez-enxoval-bebe

Enxoval:

7 macacões com mangas

5 macacões sem mangas

10 macacões de manga comprida

1 kit saída de maternidade (macacão + manta). Ele tem que ser bem quentinho e lindo ❤

8 calças de malha ou tecido fino (também chamadas de pagão ou mijão), sendo 4 com pé e 4 sem pé

4 camisetas

4 conjuntos de lã (macacão, casaco, toca, sapatinhos…)

2 casaquinhos

6 pares de meia

3 toucas

3 pares de luva

3 babadores

4 sapatinhos

2 mantas de lã

2 mantas de linhas ou algodão

4 jogos de lençóis e fronhas

2 jogos de lençóis para carrinho

2 colchas

1 jogo de protetor de berço

1 travesseiro

12 panos de boca (na verdade, essas toalhinhas nunca são demais. Todo mundo fala que usa muuuuito)

12 fraldas de pano (caso você opte pou usar as descartáveis, estas servirão de apoio à troca de fraldas, às mamadas e alimentação, etc.)

168  fraldas descartáveis tamanho RN

480 fraldas descartáveis P

900 fraldas descartáveis M

750 fraldas descaráveis G

1440 fraldas descartáveis GG

Chupetas

Porta Chupeta

Prendedor de chupeta

1 mordedor

gravidez-banho-bebe

Troca e banho:

Pomadas assaduras

Cotonete

1 escova de cabelo

1 pente

1 tesourinha para cortar unhas

1 cortador de unhas

1 aspirador nasal

1 pinça

1  álcool 70%

2 pacotes de algodão

Lenços umedecidos

1 garrafa térmica com água morna para higiene do bebê

1 pote para colocar a água

Sabonete neutro

Shampoo

1 termômetro

1 lixeira com pedal

1 cesto roupas sujas

1 trocador  (se a banheira tiver trocador, não se faz necessário)

1 banheira

4 toalhas com capuz

3 toalhas fraldas

Óleo para bebê

Saboneteira

Lavanda ou colônia

1 termômetro para banheira

1 massageador de gengiva

gravidez-bebe

Quarto:

1 abajur  ou luz noturna

1 berço

1 colchão

1 móbile

1 cômoda

1 mosquiteiro

10 cabides

Lembrancinha de maternidade para as visitas

1 Enfeite de porta

Kit berço

1 Cortina

Travesseiros e/ou rolinhos

1 babá eletrônica

1 umidificador

1 caixinha de remédios

gravidez-carrinhos

Passeios:

1 carrinho

1 bebê conforto

2 bolsas (1 pequena e 1 grande com trocador)

Sling ou Canguru

1 bolsa térmica para mamadeira

gravidez-bebes

Alimentação:

1 cadeirão

1 jogo de prato

1 jogo de talheres para bebê

1 Esterilizador de mamadeiras e chupetas

1 Kit de escovas para limpeza de mamadeiras

3 mamadeiras grandes para leite (para ser usada após o período de amamentaçãoo)

1 mamadeiras pequenas para suco e chá

2 mamadeiras médias para água

4 bicos de mamadeira

8 potes para congelar papinha

1 Peneira para papinhas e sucos

gravidez-mamaes

Para a mamãe:

1 almofada para barriga

1 almofada para amamentar

1 par de concha rígida para amamentar

1 pomada de lanolina

2 caixas de absorvente de algodão para os seios

3 sutiãs de amamentação

2 cintas

1 bomba para extrair leite (nem toda mulher precisa)

Potes ou bolsas para armazenar leite materno

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Beijos,

Nanda 😉