Por que a gravidez é contada através de semanas?

Em algum momento você também já se perguntou porque a gravidez é contada através de semanas?

semanas-de-gravidez

A verdade é que enquanto você não engravida, você não entende nada quando pergunta para uma grávida com quantos meses ela está e ela responde: “22 semanas”. WHAT?

Aí você coloca todo seu kumon pra jogo, abre a calculadora do seu celular e chega a conclusão que ela está com 4 meses e meio. Será?

E por que diabos a gravidez é contada através de semanas?

Quando a gente engravida pela primeira vez, se sente totalmente perdida. É um mundo completamente novo. E a primeira coisa que você precisa aprender é que, sim, a gravidez é contada por semanas e que nem sempre o número de semanas indica o mês de gestação.

E ahhh! Você não conta a gestação partir da data em que o bebê foi concebido, sabia?

O Obstetra Dr. Jorge Cholak Filho explica que a gravidez dura, em média, 280 dias. Mas se dividirmos 280 dias em semanas (por 7), teremos o resultado de 40 semanas, que equivale a 10 meses. E é por isso que nunca devemos contar dessa maneira, porque “não vai bater” com o período de gestação que conhecemos que é de 9 meses.

Segundo o especialista, na medicina não começamos a contar a gravidez a partir do dia que a mulher
engravidou, porque ela não sabe a data exata da relação sexual. Lembra somente da data da última menstruação e é esse o dia considerado pelos médicos para o início do processo de gestação. Essa é a contagem correta, mesmo sabendo que a mulher não ficou grávida enquanto estava menstruada, e sim, provavelmente, 2 semanas depois. Diante disso, entendemos que além das 36 semanas, temos mais essas 2 contabilizadas entre o 1° dia da última menstruação e a data da ovulação.

Além disso, os meses não tem exatamente 4 semanas, ou seja, 28 dias. Apenas fevereiro tem 28 dias, sendo que os demais tem 30 ou 31. Portanto, se somarmos esses ‘restinhos’ de dias, teremos mais 2 semanas de gestação. Chegando assim as 40 semanas.

Gravidez-semana-a-semana

O principal motivo do controle semanal é que facilita a precisão de cada período e, com isso, cuidado. Isso também se aplica em entender melhor o desenvolvimento do bebê, que feito semanalmente ajuda bastante. Quando pensamos em 1 mês, isso torna o espaço de tempo muito mais amplo, dificultando um bom controle, acredita o Dr. Renato Gil Nisenbaum – Ginecologista e Obstetra na Clínica Dr Renato Nisenbaum, que atua há 15 anos de forma humanizada em São Paulo.

Dr. Cholak complementa que a gravidez é contada em semanas porque são muitas as mudanças que acontecem na gestação de uma semana para outra. Então é importante que a gestação seja mais “dividida”, já que toda semana há uma novidade quanto à evolução do bebê e do corpo da gestante. Na 5ª quinta semana, por exemplo, que o médico tem a visão do saco gestacional, o embrião aparece no ultrassom na 6ª semana e por aí vai.

Espero poder ter ajudado você. Caso tenha alguma dúvida, pode enviar nos comentários ou no e-mail maenaodorme@gmail.com 😉

Beijos,

Fernanda Pereira

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s