Jogos violentos, como o da Baleia Azul, influenciam no comportamento do seu filho?

A influência de jogos violentos no comportamento agressivo de crianças não é uma discussão nova e vale ser muito aprofundada além das barreiras dos desafios da Baleia Azul, que vêm chamando a atenção dos pais na última semana.

Um estudo divulgado pela Associação Americana de Psicologia afirmou que os jogos de ação podem, sim, causar distúrbios violentos em seus jogadores. Para chegar a essa conclusão, a associação analisou cerca de 300 estudos relacionados com o tema. Após a realização das pesquisas, concluiu-se que os jogos de ‘mortes’ e ‘tiros’ são enormes influenciadores de crianças e adolescentes.
crianca jogando videogame
Dentre as principais críticas dos estudiosos estão os jogos virtuais, como “GTA” e “Call of Duty”. Segundo eles, os dois games extremamente violentos são responsáveis por despertar em seus jogadores a sensação de realizar algum ato criminoso.
Voltando ao assunto mais atual, o denominado Baleia Azul (Blue Whale), um grupo oriundo da Rússia, conhecido como “#F57”, está sendo investigado devido à suspeita de que, com o seu jogo, já teria induzido mais de 130 jovens, predominantemente na Europa, a cometerem suicídio desde 2015. Recentemente, no Brasil, a imprensa divulgou que uma jovem de 16 anos, de Vila Rica/MT, cometeu suicídio, além de um menino de 19 anos, de Pará de Minas/MG. Ambas as mortes foram atribuídas ao jogo. Além disso, na Paraíba e no Rio de Janeiro já estão em andamento investigações referentes à recente popularização deste game criminoso.
Esse episódio faz um alerta claro e chocante: influenciados por este tipo de interação, jovens estão se matando com o único objetivo de cumprir etapas do game. Os pais, parentes e professores devem ficar atentos ao comportamento do jovem que pode se modificar por conta das regras destes jogos mortais. Marcas no corpo e mudanças de hábito devem chamar a atenção.
A internet existe, as crianças e adolescentes estão conectados o tempo todo, não há como frear esse momento. Então, é preciso se “adequar” a ele.
No ambiente escolar, por exemplo, por que não usar jogos educativos nas disciplinas curriculares, levando as escolas e professores a utilizarem os games corretos como ferramenta de ensino? Além de fomentar uma discussão mais aprofundada em diferentes campos do saber, tudo isso poderia ser feito de forma lúdica, segura e divertida.
Já em casa, é fundamental que os pais observem o que os filhos estão fazendo na rede, se há propagandas entre os jogos, qual é o objetivo final do game, se é adequado para sua faixa etária. Crianças e adolescentes estão apenas descobrindo a vida e seus perigos. Pais têm experiência e, com carinho, precisam observar e direcionar o conteúdo que faz parte da rotina de seus filhos. Algumas vezes, um joguinho no tablet que parece inocente pode conter uma pequena propaganda despercebida dentro do jogo e causar problemas na vida real. Portanto, ficar de olhos bem abertos é a regra de ouro para evitar problemas no futuro.
Converse, interaja, participe da vida de suas crianças! Não ache que todo jogo é apenas uma diversão.
Esse post foi preparado especialmente para o nosso pelo Eliandro Maurat:
Palestrante, empreendedor de impacto social e criador do Clubinho Salva Vidas, plataforma de jogos desenvolvida com o objetivo de ensinar crianças de todo o mundo a se tornarem verdadeiros cidadãos, brincando.
clubinho-salva-vidas
No portal, os pequenos podem fazer amizades, enviar mensagens e conversar com os novos colegas virtuais com toda segurança. O bate-papo possibilita que as crianças se comuniquem por meio de frases prontas e emoticons divertidos. A conversa entre os pequenos é diferenciada e educativa, tendo como temas meio ambiente, cidadania, educação no trânsito, entre outros.
Sendo assim, não há risco das crianças receberem frases ou palavras impróprias. Para ter acesso ao jogo, basta a criança ou responsável fazer um cadastro gratuito no site. A partir desse momento, o jogador (a) será levado para uma cidade virtual, onde será preciso seguir as regras básicas de educação no trânsito, cidadania e cuidados com o meio ambiente. Cada ação feita de forma incorreta, como atravessar fora da faixa de pedestre ou não respeitar o sinal vermelho, irá ocasionar perdas de moedas que são importantes para o andamento do jogo. Quando completar todas as fases, terá direito a roupas exclusivas e se tornará um AGENTE DO BEM, tendo direito a um troféu de “HONRA AO MÉRITO” do CLUBINHO SALVA VIDAS.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s