Alergia a Proteína x Intolerância a Lactose

Você sabia que alergia a proteína e intolerância a lactose são duas coisas diferentes?

Tenho visto muitos casos de crianças que são intolerantes ou tem a alergia a proteína do leite de vaca. Muitas matérias nos sites, recomendações, buscas de ajuda em grupos nas redes sociais.
Mas você sabe a verdadeira diferença entre os dois casos? É possível ter os dois ao mesmo tempo?

alergia-a-proteina-x-intolerancia

Primeiro de tudo não existe o termo alergia à lactose! O que nós podemos desenvolver é uma alergia à proteína, como segue no quadrinho abaixo:

Alergia Alimentar

É uma reação imunológica exacerbada à uma proteína, proveniente de alimentos.

Lactose

É o principal açúcar do leite, portanto é um carboidrato.

Entender essa diferença é super importante para prestar atenção nos sintomas e nos caminhos de dieta a seguir.

Quando se tem uma alergia a proteína, seus sintomas geralmente são através de manifestações das vias respiratórias, cutâneas ou gastrointestinais. A manifestação pode ser imediata, como dor, manchas avermelhadas na pele e vômitos ou também se manifestar de forma mais tardia como por exemplo, sangramento nas fezes do bebê/criança.
Com diagnóstico certo, o jeito é seguir a dieta e retirar leite e derivados da alimentação. Se o sintoma se manifestar em bebês de menos de seis meses, o leite é retirado da dieta da mãe. Caso o bebê/criança for maior, o pediatra irá prescrever uma fórmula de acordo com seu caso.

Já no caso da intolerância, a mesma ocorre quando não existe em nosso organismo a capacidade de absorção do açúcar do leite. A Solução: consumir produtos com baixa quantidade de lactose ou adicionar a enzima lactase na alimentação. Nesse caso, pode-se ter laticínios e leite na alimentação a depender da tolerância individual e com a devida orientação do nutrólogo/pediatra E nutricionista.

Mas meu filho pode ter os dois problemas? Sim, infelizmente pode! Geralmente isso ocorre quando o portador de APLV faz uma dieta inadequada e acaba desenvolvendo uma inflamação no intestino, que causa a intolerância.
Geralmente, com tratamento de 15 a 30 dias, conseguimos normalizar o caso e o paciente ter uma dieta saudável.

Beijos,

Fê!

E se você curtiu esse post, clica aqui em “Gosto” e em “Compartilhar”. Não esqueça também de curtir a gente no Facebook: http://facebook.com/maenaodorme e nem no Instagram: @blogmaenaodorme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s