Visitas noturnas

Cãibras na gravidez. Se você ainda não teve, provavelmente ainda vai ter essa visitinha noturna

gravidez-caibra

Nunca fui de sentir cãibra. Até a gravidez, só tinha sentido uma vez na minha vida enquanto eu estava dormindo e acho que fazem uns 7 anos ou mais que isso aconteceu.

Já tinha ouvido que na gravidez é muito comum por conta do aumento do peso e são mais comuns a partir do segundo/terceiro trimestre, mais no terceiro trimestre. Eu tô no terceiro trimestre e eis que elas começaram a aparecer.

Quando tô no meu vigésimo sono, elas aparecem bem na batata da perna. Geralmente elas vêm à noite porque o corpo é submetido à fadiga das atividades do dia todo. É um desespero, acordo o príncipe pai, não sei o que fazer, ele alonga, esticando minha perna com o pé na direção contrária da dor, empurrando na direção do meu rosto, massageia o músculo e vai passando aos poucos. Se não passar, você pode andar um pouco, tomar banho quente ou até mesmo colocar uma bolsa de água quente no local. Mas não tem necessidade de tomar nenhum remédio, a não ser que o médico tenha indicado.

gravidez-caibra-noturna

Depois ainda fica uma dorzinha chata, mas logo logo passa.

Outras causas para o aparecimento das cãibras nessa fase são o excesso de fósforo (frios, salgadinhos, refrigerantes, produtos enlatados, escassez de cálcio (ovos, leite e derivados), magnésio e potássio (frutas em geral, especialmente a banana, tomate, espinafre, feijão, cenoura, grãos, cereais integrais) e também porque aumenta a pressão do útero sobre os nervos que vão até as pernas.

Eu adotei alguns procedimentos tentando evitar as malditas. Como todos os dias de manhã, junto com meu café da manhã, uma banana e duas castanhas do pará (que agora é castanha do Brasil).

Não passo nem muito tempo sentada e nem em pé. Tento, no máximo, ficar 30 mins na mesma posição. No trabalho, coloquei uma caixinha no chão e deixo meus pés em cima dela, deixando em um ângulo de 45º (o que ajuda muito também com o inchaço nos pés) e sempre fico girando o tornozelo.

gravidez-trabalho

Diminuí o refrigerante, estou tentando evitar, mas sou realmente muito viciada (sim, eu sei que quando amamentar, não poderei beber). Ando dando prioridade à água que hidrata.

Desde o início da gravidez não uso mais saltos, por vários motivos, não só apenas pelas cãibras. Mas para evitar quedas, que eu sou muito estabanada, evitar dor nas costas e pernas, evitar inchaço, tudo isso.

Além dessas coisas, você pode também se alongar antes de dormir e fazer caminhadas frequentes, de 30 minutos sem esforço, ou até mesmo exercícios com liberação do seu médico.

É importante entender que a alimentação é dividida entre você e seu baby. Quando toma uma vitamina, ela vai para seu organismo e o bebê retira essa substância de lá. Por isso, a importância da refeição saudável. Pra mim, é muito difícil por conta da fome de urso que tenho e a vontade louca por doces, mas tento muito ter uma dieta saudável e vou tentar ainda mais.

gravidez-alimentacao

E caso você comece a sentir uma dor muito forte nas cãibras e elas forem constantes, fale com o seu médico e/ou procure uma emergência.

Beijos,

Nanda 🙂

Para falar comigo, meu e-mail é fernanda_carvalho@globo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s